Implicante

/ Notícias

2 de março de 2012

Ex-assessor do governo Lula é condenado a 12 anos de prisão

white 15 Ex assessor do governo Lula é condenado a 12 anos de prisãoKindle

waldomiro diniz depoimento loterj size 598 Ex assessor do governo Lula é condenado a 12 anos de prisão

Depois de 8 anos, a justiça finalmente decretou o veredicto sobre o primeiro escândalo de corrupção do governo Lula. O episódio foi revelado em 2004 e envolveu o braço direito de José Dirceu, Waldomiro Diniz. Na época, Dirceu era ministro da Casa Civil e Waldomiro subchefe de Assuntos Parlamentares da Presidência.

Abaixo a informação da Folha de São Paulo:

O ex-assessor do Palácio do Planalto Waldomiro Diniz foi condenado pela juíza Maria Tereza Donatti, da 29ª Vara Criminal do Rio, por corrupção e fraude em licitação quando era presidente da a Loterj (Loteria do Estado do Rio de Janeiro), em 2002.

O caso refere-se ao suposto pedido de propina ao empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, revelado em fevereiro de 2004 -o primeiro escândalo de corrupção do governo Lula.

Segundo o Ministério Público do Rio, Waldomiro pediu R$ 1,7 milhão ao empresário como propina e para abastecer campanha eleitoral de políticos. Em troca, Cachoeira obteve a alteração de item do edital de licitação para favorecer sua empresa.

A Justiça condenou Waldomiro a 12 anos de reclusão, em regime fechado, e a três de detenção, em regime semiaberto, e multa de R$ 319.280. Parte dela será destinada à Secretaria de Saúde.

A pena de Carlinhos Cachoeira é de oito anos de reclusão, em regime fechado, dois anos e meio de detenção, em regime semiaberto, e multa de R$ 184.520 -parte para a Secretaria de Educação.

Os dois podem recorrer em liberdade. O Ministério Público afirmou que vai pedir aumento da pena dos acusados.

Folha deixou recado para os advogados dos dois condenados, mas não houve retorno até a conclusão desta edição. No processo, Waldomiro negou ter solicitado propina. Cachoeira, por sua vez, afirmou que apenas simulou concordar com o pedido, sem concretizar o pagamento.

Íntegra aqui (para assinantes)

Comentário

O “suposto” que antecede o “pedido de propina” descrito aí no texto é uma cortesia que a Folha presta aos condenados. O episódio foi registrado em áudio e vídeo revelados em 2004. A justiça demorou 8 anos pra se pronunciar a respeito do episódio. Quantos anos serão necessários para que a Folha deixe de tratar o caso como “suposição” do Ministério Público?

Abaixo uma reportagem da BAND sobre o “suposto” pedido de propina.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=HCz_N2lDUIQ[/youtube]

compartilhe

Tópicos ,

1 Comentário

  1. francisco ramos6 de março de 2012 às 07:25

    Não entendi o destaque, visto que a notícia foi veiculada por jornal de grande circulação, conforme atesta
    o próprio articulista. Ademais, lugar de bandido é na cadeia.
    Abraços.

Publicidade

Enquete

Escolham os nomes dos dois mascotes olímpicos do Rio:

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
Publicidade