Notícias

Farmácia Popular, do Ministério da Saúde, tem fraudes de R$ 4,19 mi

Leiam trechos da reportagem de Venceslau Borlina Filho, publicada na FSP. Comentamos em seguida:

As fraudes no programa Aqui tem Farmácia Popular, do Ministério da Saúde, já causaram um rombo de pelo menos R$ 4,19 milhões aos cofres públicos do país, segundo dados do Denasus (Departamento Nacional de Auditoria do SUS). A irregularidade consiste no uso de CPF e registro no CRM (Conselho Regional de Medicina) de pacientes e médicos que, supostamente, nunca retiraram ou receitaram os medicamentos comercializados pelas farmácias fraudadoras. Em alguns casos, até pessoas mortas são envolvidas. Somente em Franca (400 km de São Paulo), quatro farmácias foram descredenciadas neste ano por fraudes no programa. Juntas, segundo o ministério, elas causaram um prejuízo de R$ 2,42 milhões. Na cidade, o Ministério Público Federal investiga 11 drogarias. Já no país, de acordo com o Denasus, 393 farmácias foram auditadas de abril de 2009 a dezembro de 2010. Dessas, 259 foram descredenciadas. Os Estados que mais concentram irregularidades são Minas Gerais (235), São Paulo (86) e Paraná (20) (…) O Ministério da Saúde negou, por meio de sua assessoria, a fragilidade no sistema do programa Aqui tem Farmácia Popular. “As fraudes são detectadas por um conjunto de regras e procedimentos construídos para evitar irregularidades“, disse, em nota enviada à Folha. No começo de fevereiro, o ministério divulgou portaria com novos mecanismos de controle das transações comerciais do programa nas farmácias, que deverão ser aplicados até final de abril…” (grifos nossos)

Comentário
Pilantra tem em todo lugar, é fato. Mas COMO DIABOS o Ministério da Saúde usa uma explicação que se torna inócua imediatamente? Ora! Eles dizem que as fraudes “são detectadas por um conjunto de regras e procedimentos construídos para evitar irregularidades”. Como assim??? Se é para EVITAR, então elas NÃO DEVERIAM ACONTECER (ou, vá lá, não em mais de 4 milhões de reais).

Daí, DESCOBREM as mutretas, e o que dizem? Que o sistema que as detectou seria responsável por EVITÁ-LAS. Incompetência dá nisso. Não sabe gerir um programa, nem dar explicações razoáveis para quem consegue somar 2 e 2 no campo da lógica.

Mais Lidas

To Top