Implicante

/ Notícias

16 de março de 2011

Governo autoriza Bethânia a receber 1,3 milhão em “captação” para um blog!

white 15 Governo autoriza Bethânia a receber 1,3 milhão em captação para um blog!Kindle

 Governo autoriza Bethânia a receber 1,3 milhão em captação para um blog!

É mole? Leiam trechos da reportagem da FSP, depois comentaremos:

Maria Bethânia terá R$ 1,3 milhão para criar blog – A cantora Maria Bethânia conseguiu autorização do Ministério da Cultura para captar R$ 1,3 milhão e criar um blog. A ideia é que o site “O Mundo Precisa de Poesia” traga diariamente um vídeo da cantora interpretando grandes obras. A direção dos 365 vídeos seria de Andrucha Waddington. Há três anos, Bethânia se envolveu numa polêmica ao ter um pedido de captação, de R$ 1,8 milhão para uma turnê, rejeitado pela área técnica do ministério. O então titular da pasta, Juca Ferreira ignorou o parecer e autorizou a captação de R$ 1,5 milhão…” (grifos nossos)

Comentário
Alguns podem até dizer que não se trata de um REPASSE, mas sim AUTORIZAÇÃO PARA CAPTAR NO MERCADO. Ok, é isso mesmo. Mas essa captação é por meio de mecanismos de RENÚNCIA FISCAL. Em suma: captado esse 1,3 milhão, toda essa grana DEIXARÁ de entrar nos cofres públicos por meio de tributos, indo apenas para o projeto de Maria Bethânia.

É preciso rever o quanto antes essas políticas do MinC. Como se não bastassem os MESMOS cineastas que SEMPRE conseguem fazer seus filmes com patrocínios na base da renúncia fiscal, agora temos uma cantora de extremo sucesso utilizando uma modalidade que, por óbvio, busca dar o direito de patrocínio a artistas pouco conhecidos.

Para piorar, já houve um precedente: a área técnica do ministério VETOU a captação de R$ 1.5 milhão por bethânia (PARA UMA TURNÊ!), mas o ministro liberou na canetada. Agora, uma fortuna para UM BLOG!

Caetano Veloso, irmão de Bethânia, já teve um blog. Não pegou um centavo de dinheiro público e, além disso, exibia por lá vídeos de sua turnê “Obra em Progresso”. Bethânia poderia seguir esse exemplo. E o Governo… Bom, ele continua sendo o governo de sempre.

compartilhe

Tópicos ,

25 Comentários

  1. Francisco de Taubaté17 de março de 2011 às 21:54

    Já é um porre essa mulher tantando cantar, imagine ela declamando poesia…eca! E às nossas custas, o que é pior. A propósito, ela, na foto, não é a cara da Madame Min? Vai catar coquinho, o velha Bethânia, você e sua trupe. Sangue-sugas.

  2. r0gerx17 de março de 2011 às 01:58

    Fico imaginando como será legal ver os vídeos das Poesias e as Produções… (Sacal )=

    Acredito que para ficar original, nossa tão saudosa* Gal, deveria citar o Auto da Barca do Inferno do Gil, Vicente, obviamente. E também poesias do Augusto dos Anjos, para ornar com todo esse projeto escroto.

    Mas, são tempos modernos, agora é a fase da poesia, do lirismo, onde a mesma lorota que não se ouve recitar em escolas, será agora declamada na internet com o esse patrocínio singelo de R$1.3milha.

    Aliás, pagarão/repassarão os devidos direitos autorais??
    Eh…

    Aproveitando esse espaço, qro tbm mandar um Viva bem Jocoso lá pros Membros Honorários da Academia Brasileira de Letras, que considero uma vergonha, entre eles (Paulo Coelho, José Sarney e Aveluzes…)

    Será que no repertório terá também poesias desse ilustre membro, o Sarney?

    Enfim, não me interessa, pois eu ñ visitarei o blog dela do mesmo jeito, por uma questão patriota.

  3. André17 de março de 2011 às 00:41

    se fosse gasto mais tempo pensando em como corrigir erros, ou buscar um objetivo comum, as discussoes seriam mais interessantes. sobre o tema, infelizmente a lei esta ai…embora tb nao concorde, nao podemos abrir precedentes. triste é chegar no hospital, nao ver luvas, monitores cardiacos ou ventiladores mecanicos decentes se esta ‘sobrando’ dinheiro ate pra investir em projetos terceiros =(

  4. Gabriel16 de março de 2011 às 23:52

    Gravz, já lhe ocorreu que o Andrucha é dono da Conspiração filmes, em sociedade com o Lula Buarque de Holanda, que é sobrinho do Chico Buarque, que por sua vez é irmão da Ministra da Cultura Ana Buarque de Holanda?

    (Gravz: Tava preparando um post sobre isso, exatamente! De todo modo, VALEU a participação)

  5. Edu16 de março de 2011 às 23:20

    Na boa, se tivessem divulgado como se a bethânia fosse ter esse “privilégio” pra produções audiovisuais, ninguem ia falar nada, mas como apareceu essa maldita palavra “BLOG”, todo mundo cai matando.

    Não vejo nada demais, ela não esta recebendo dinheiro nenhum do governo, como muitos estão achando e quer vcs queiram ou não, esta gerando conteúdo, cultura relevante, coisa que esses blogueiros q estão chorando não fazem.

    Pra mim, esse texto tem nada demais e o sr.gravs é nada mais q mais um dos blogueiro putinhos e ele ainda alia outra coisa, quer ser um oposicionista conhecido, com relevância, mas esta longe disso, ta mais pra bebê chorão criando textos e sites como esse.

    Só um ps aqui. Não gosto da tal cantora e não sou petista, só me irritou tentarem criar coisas onde não existe e principalmente atribuiir a uns coisas que vem de tempos.

    Abs!!!

    (Gravz: Acho legal essa coisa da maioria deixar claro “não sou petista”. Convenhamos, o filme tá queimado, né? Outrora, ninguém teria vergonha de dizer isso; hoje, soa como uma quase confissão de culpa. Só uma correção: é, sim, dinheiro do governo. Essa verba IRIA PARA A TRIBUTAÇÃO e, indo para ela, deixa de chegar aos cofres públicos. O fato do empresário poder destinar tal percentual a uma finalidade não faz com que o montante seja ‘privado’, mas sim que tenha discricionaridade sobre uma parcela do que seria recolhido. Continua, pois, a ser dinheiro público – tanto que, para haver abatimento tributário, é preciso que a destinação esteja na conformidade da lei de fomento. É isso. Não é tão difícil, vai)

    • Gabriel17 de março de 2011 às 01:05

      Eu fico pensando, a maioria das pessoas deve achar que dinheiro público vem em malas pretas, direto de algum gabinete dos governos. Só pode ser isso pra levar alguém a afirmar que dinheiro de projeto de renúncia fiscal é patrocínio privado.

  6. Adao Braga16 de março de 2011 às 20:43

    E também, esta ação, está de acordo com as diretrizes do Governo. Em especifico a diretriz número 11.

    11. Valorizar a cultura nacional, dialogar com outras culturas, democratizar os bens culturais e favorecer a democratização da comunicação. – Serão ampliados os pontos de cultura e outros equipamentos, além da implementação do Vale Cultura. A comunicação livre, plural e capaz de refletir as distintas expressões da sociedade brasileira será favorecida. O fortalecimento do Sistema Nacional de Cultura permitirá uma presença maior de iniciativas em diversas cidades do País. A memória e o patrimônio histórico e cultural nacional serão valorizados. Além disso, o Ministério da Cultura proporá iniciativas para fortalecer a indústria audiovisual nacional, conectando-a com a de outros países, em especial os da América do Sul. Serão aperfeiçoados os mecanismos de financiamento da cultura.

    Tá no site do Governo este texto. Copiado e colado! É cada jeito que se acham para estarem nas tetas… ah! é verdade, o outro canta e aqui se aplica:

    Dona das divinas tetas
    Derrama o leite bom na minha cara
    E o leite mau na cara dos caretas

  7. Adao Braga16 de março de 2011 às 20:27

    O que vai ter de blogueiros correndo atrás!

  8. Shlomo16 de março de 2011 às 20:20

    Imoralidade é com esquerdista mesmo. Deve ser a foice do comunismo que separou o cérebro deles, que não conseguem fazer a associação entre desejo e realidade. 1,3mi tirado da educação, por exemplo, para ir para uma porcaria de um blog é indecente, mas na cabecinha deles é bonito. Julgam os outros conforme suas réguas – eles usariam esse 1,3mi sem nenhum peso na consciência, e acusam o Gravataí de estar com inveja.

    Que pessoal mais indecente!

  9. 16 de março de 2011 às 20:11

    Vc pode não se enquadrar em probloguer, mas é um blogueiro…pra mim é tudo farinha do mesmo saco e ta sim louco de inveja…huahua

    (Gravz: “huahua”?)

  10. 16 de março de 2011 às 19:58

    Hahaha, tenho acompanhado no twitter esses probloguers se mordendo todos por isso, ta engraçado. E o gravs é mais um deles.
    Eu como contribuinte estarei pagando e pago com gosto, acho até que saiu barato o valor desse projeto.

    Esse “blog” de vcs começou muito mal, texto muito simplista, tentando achar coisa onde não existe. Kd o projeto incrivel que vcs iam lançar e que iria botar pra quebrar…não tô vendo!!!

    Mais engraçado ainda são os comentarios,em sua maioria contra a opinião do autor.

    Faz-me rir!!!

    (Gravz: Pois é, chegaram a levantar o ARGUMENTO DA INVEJA. Como eu NÃO SOU PROBLOGGER, mas consultor jurídico, tô cagando para lucros blogosféricos. Aqui, p.ex., só nos deu prejuízo até agora. Mas irritar vocês, acredite, não tem preço)

  11. Frank16 de março de 2011 às 19:26

    Pessoalmente acho ridícula esta analise!
    Primeiro, porque quando o dinheiro vai DIRETO para o governo. RECLAMAÇÕES(Ah! só tem ladrão! Ah! É tudo pro bolsa miséria!)
    Dai criam o Projeto Cultural via renúncia fiscal no qual o dinheiro é levado DIRETO ao meio cultural. Novamente, reclamações.

    Portanto, invista em quem você quiser. Não precisa dar o $$ para Maria Bethânia se você não gosta dela.

    Liberais caricatos são o fim da picada.

    (Gravz: Não, não é assim. O primeiro pleito seria – e é – o da REDUÇÃO DE TRIBUTOS. Quer doar? Faça-o por sua conta e risco, peça permuta em propaganda etc. Mas uma lei que RETIRA receita do Governo – DINHEIRO PÚBLICO, POIS – é no mínimo discutível. E, nessa discussão, entram os artistas consagrados que se valem dela, exatamente por brecha, e outros que conseguem ANO A ANO, emplacar algum projetinho. Valendo lembrar que as empresas sob regime de Lucro Real – as grandes empresas – deduzem TUDO que doaram, até chegar a 4% do que recolheriam de imposto. Acha pouco? Por ano, mais de UM BILHÃO deixa de ser recolhido)

  12. Ajuricaba16 de março de 2011 às 18:25

    Ela assinou aquela listinha dozintelectuais do Chico Buarque. Ou pelo menos, mandou dizer que, se perguntassem, ela confirmaria. É um assalto dos maiores que já se viu. Meu blog é muito mais útil e mais lido do que será essa aberração.

  13. Felipe16 de março de 2011 às 17:43

    Ué,

    Os liberais não gostam mais da liberdade?
    Trata-se, como diz o texto, de autorização para captação de recursos através de leis de incentivo.
    Ora, se a empresa( Que tem um LIMITE para aplicar seu IR em cultura) não quiser, não precisa investir no blog da Bethânia, pode investir em qualquer outro projeto.
    Viva a liberdade empresarial!!!!
    Abaixo ao bipartidismo pragmático e fútil PT – PSDB.
    Que venham blogs ,efetivamente, independentes!!!!

    Abs

    (Gravz: Bonitinha sua manifetação. Isso de “abaixo…” é bacana. Lembra quando tínhamos 12 anos. Mas, enfim, TODOS TÊM LIBERDADE PARA CAPTAR RECURSOS. O diferencial, aí, é que a cantora conseguiu autorização do Ministério da Cultura para que a grana de seu blog seja oriunda do pagamento de impostos. Em suma: dinheiro público. De fato, a empresa pode ou não doar, mas, se doar, será DINHEIRO PÚBLICO. Entendeu agora?)

    • Felipe16 de março de 2011 às 18:41

      Nem vou entrar na polêmica da ortografia, não perdi alguns anos na USP estudando a forma da lingua. Acho que o conteúdo é ainda o que mais vale a pena! E, aliás, estou em um ambiente informal de web. Mas, acho que podemos eleger uma outra classe dominante: Os estudantes de letras da USP, que decoraram a gramática e nunca leram Lévi – Strauss.
      Enfim, voltando ao conteúdo. A Ambev tem DIREITO a utilizar dinheiro público( que gastaria pagando seu IR, por exemplo) para patrocinar diversas atividades culturais. A concorrência é gigante, existem milhares de projetos. Se é um absurdo, se o investimento é desproporcional vamos deixar o mercado regular a questão. Não existe impedimento legal, aliás, Bethânea é parte importante da cultura brasileira. Vamos deixar que o mercado escolha aonde aplicar o dinheiro público que lhe é de direito. Entendeu ?

      (Gravz: É Bethânia, não “bethânea” – se vc a respeita, mesmo, pelo menos grafe corretamente o nome dela, amg Filipi. Em tempo: de fato fiz USP, mas precisei largar pq tava difícil fazer duas faculdades, então fiquei apenas no Direito. E já li Lévi-Strauss. Gosto de “Tristes Trópicos”, além da parte ensaística na qual invariavelmente discordava do socialista Sartre. Forte abraço aí!)

      • Felipe16 de março de 2011 às 20:31

        Fiz 5 semestres de direito na PUC – SP. Não gostei da carreira, a vida de advogado é demasiada pragmática e técnica, não era para mim.
        P.S- Prefiro mais a tese estruturalista. Remete-me ao conceito de “neocon”.

        Abs

        (Gravz: Troque “demasiada” por “demasiado”. E o que faz agora? Bom, quanto ao Direito, de fato trabalhei uns 10 anos na parte chatinha, que são audiências e litígios. Agora, em consultoria, acho que encontrei minha vocação – até porque sobra tempo para fazer várias coisas)

        • Felipe16 de março de 2011 às 21:10

          Realmente acho que não sairemos da ortografia. Ainda bem que Aristóteles usou seu tempo para encontrar a Pólis perfieta( No caso, a Aristocracia perfeita) – e nos presenteou com incríveis conceitos de política, ética e lógica.
          Imagine o grande mestre ao lado dos sofistas defendendo a aparência e o individualismo? As coisas não mudaram muito nestas dezenas de séculos. Infelizmente, os sofistas ainda despejam sua estética no mundo.
          Professor, não tenho capacidade de argumentar contigo. Não tentei fazer 20 e poucos pontos no vestibular da Fuvest para ficar alguns anos vagando na FFLCH.Portanto, ajude -me com o seguinte verbete: Qual o significado de arrogancia?

          Tudo de bom! Adeus!

          (Gravz: Esqueceu a ‘poética’ aristotélica. Arrogância, com “^”)

  14. Núbia Souza16 de março de 2011 às 17:02

    Se ela quer um blog de 1,3 milhão ela que pague com o dinheiro dela, dizer que vai captar recursos é o mesmo que dizer “vou ali pegar o dinheiro que as empresas iam pagar com impostos”, no final é simples é o dinheiro que iria para os cofres públicos mudando o curso e indo para a maria Bethânia porque ela tem autorização do MINC para captar X de dinheiros de empresas (que na verdade se for ver as empresas são sempre as mesma).
    No caso uns falaram mas porque ela vai fazer x filmes, mesmo assim não justifica, ela deveria buscar formas de autosustentar so seu blog e o que quer fazer com ele, não o cidadão sustentar o blog dela.
    Afinal o blog dela nada mais vai dar públicidade pra ela mesmo, é usar o dinheiro público por meio de um blog para no fundo se auto promover, afinal o nome dela vem a frente do projeto, não é promover a cultura e sim a artista Maria Bethânia.

    (Gravz: EXATAMENTE! É isso! O pessoal faz vista-grossa aqui, ou porque gosta da cantora – EU TAMBÉM GOSTO! – ou porque gosta do Governo – aí não gosto tanto… :P)

    • Marcel16 de março de 2011 às 19:21

      Como ela promoveria a cultura? Sendo uma anônima? Se for a Bethânia não pode?

      (Gravz: Por que todo esse ódio à lógica aristotélica? Vamos lá… Sim, ela PROMOVE a cultura sendo quem for, tanto mais com alguma fama. Mas aí entra a equação problemática: COMO É CONSAGRADA, ELA NÃO PRECISA DE DINHEIRO PÚBLICO. Usa, claro, porque a lei permite e não veda mecanismos de renúncia por parte de quem já tenha fama e dinheiro, nem por aqueles que TODOS OS ANOS usam esse mecanismo para lançar obras – sem preocupação com quem vai gostar, com lucro etc.)

  15. Entenda tudo sobre o escândalo Maria Bethânia // justplay.info16 de março de 2011 às 16:44

    […] cantora interpretando grandes obras. A direção dos 365 vídeos seria de Andrucha Waddington. (Via Implicante – Leia o restante da matéria por […]

  16. Paulo16 de março de 2011 às 16:35

    Ora, é preciso lembrar que ela é amiga do Chico Buarque irmão da ministra, né!!!!!

  17. Eduardo16 de março de 2011 às 16:33

    Começou mal.
    Não são 1.3 milhas pra fazer BLOG. O valor é pro projeto audiovisual, que engloba TAMBÉM um blog. Serão 365 vídeos dirigidos pelo Andrucha, o que pressupõe enorme custo técnico (quem é da área sabe).
    A Lei está aí, e é usada em diversas fontes culturais. Desde poesia falada até micareta. Podemos até não gostar do gênero, mas está sendo feito dentro do que a Lei Rounet permite.

    (Gravz: Exatamente o que diz o texto: não é repasse, é autorização para usar dinheiro de impostos, deixando de ir para o povo. Se ela tem um projeto faraônico de blog, e isso exige uma despesa absurda, ela que pague. É uma artista consagrada. Ou faça um blog como o de TODOS os demais artistas, sem patrocínio público ou renúncia fiscal de patrocinadores. A idéia de contratar uma das melhores produtoras do país foi dela. Ela que pague)

  18. Amarante16 de março de 2011 às 16:18

    Gravz, você leu isso aqui? http://www.twitlonger.com/show/9af6dj

    (Gravz: Li agora e o texto aqui diz isso: renúncia fiscal, não repasse. Daí a ela fazer um projeto com uma das produtoras mais caras do país, e publicar um vídeo por dia, bom, é idéia dela. Ela que pague por isso, não nós. Pois amanhã posso fazer um blog no qual recitaria poemas em cima de uma ferrari, mas exijo o pagamento dos… CUSTOS DA FERRARI – ainda que os de locação. É a mesma coisa. Seu projeto é faraônico? Então pague por ele – especialmente quando se trata de artista de sucesso. Bolar algo grandioso SEM CORRER O RISCO DE TER PREJUÍZO, e com os outros – nós – pagando. Aí é moleza)

Publicidade

Enquete

Escolham os nomes dos dois mascotes olímpicos do Rio:

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
Publicidade