Implicante

/ Notícias

28 de setembro de 2011

Governo quer tirar do ar comercial de Gisele Bündchen depois de ouvir a reclamação de 6 pessoas

white 15 Governo quer tirar do ar comercial de Gisele Bündchen depois de ouvir a reclamação de 6 pessoasKindle

A Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) da Presidência da República é bastante seletiva em suas reivindicações. Há poucos dias, uma menor de 14 anos foi estuprada por detentos no interior do Pará, após ser encarcerada em uma cela junto com outros homens. Em 2007, outro episódio semelhante ocorreu, também no Pará. Uma adolescente de 15 anos foi violentada após ser jogada em uma cela com outros 20 detentos.

Em nenhuma das ocasiões ouviu-se manifestações de repúdio por parte da Secretaria de Mulheres. Muito menos a solicitação de providências. Diligência? Nem pensar. O que parece chocar a Secretaria são comerciais de TV. Leiam o que informa o portal G1. Voltamos logo abaixo:

A Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) da Presidência da República enviou nesta terça-feira (27) um ofício ao Conselho Nacional de Autoregulamentação Publicitária (Conar) pedindo a suspensão de uma campanha da fabricante de roupas íntimas Hope, estrelada pela modelo Gisele Bündchen.
Os vídeos da campanha, chamada “Hope Ensina”, mostram a modelo contando ao marido que bateu seu carro e estourou o limite do cartão de crédito. Primeiro, Gisele revela os problemas vestida com roupa e, na sequência, apenas de lingerie. A propaganda diz que a primeira maneira é errada e, a segunda, a correta. E incentiva as brasileiras a usar seu charme.

“‘Hope ensina’ é a campanha da empresa que ‘ensina’ como a sensualidade pode deixar qualquer homem ‘derretido’. Nela, a modelo Gisele Bundchen estimula as mulheres brasileiras a fazerem uso de seu ‘charme’ (exposição do corpo e insinuações) para amenizar possíveis reações de seus companheiros frente a incidentes do cotidiano”, diz nota divulgada pela SPM.

A secretaria afirma que sua ouvidoria recebeu seis reclamações de pessoas “indignadas” com a propaganda desde o dia 20, quando ela foi ao ar. Além do ofício ao Conar, a SPM também enviou documento ao diretor da Hope Lingerie, Sylvio Korytowski, “manifestando repúdio à campanha.”
“A propaganda promove o reforço do estereótipo equivocado da mulher como objeto sexual de seu marido e ignora os grandes avanços que temos alcançado para desconstruir práticas e pensamentos sexistas. Também apresenta conteúdo discriminatório contra a mulher, infringindo os artigos 1° e 5° da Constituição Federal”, completa a nota da SPM.
A Hope ainda não se pronunciou sobre o assunto. O Conar, por meio de sua assessoria de imprensa, disse que poderá dar uma resposta sobre o ofício da SPM somente no início da tarde.

Link da notícia aqui.

Abaixo o vídeo que “chocou” a Secretaria de Política para Mulheres

0 Governo quer tirar do ar comercial de Gisele Bündchen depois de ouvir a reclamação de 6 pessoas

Comentário:

No dia 21 deste mês publicamos este post onde relatamos o escabroso caso de Nartagman, dirigente do PT de Minas que foi preso sob a acusação de estupro.

Mesmo foragido, Nartagnan ajudou a organizar um encontro de blogueiros progressistas, chegando até a mediar o debate sobre “exercício da liberdade na rede”. O post do Implicante gerou discussões acaloradas nas redes sociais, resultando em uma tardia nota de repúdio da Secretaria de Mulheres, desta vez não da Presidência, mas do PT. Detalhe, Nartagman foi condenado em abril deste ano e ficou foragido até ser preso no início de setembro.

Como vocês podem perceber, a grita de 6 pessoas contra um comercial de TV é capaz de tirar o sono dos integrantes da SPM. Para casos graves, só com um “empurrãozinho”.

compartilhe

Tópicos ,

7 Comentários

  1. Fabio SP1 de outubro de 2011 às 08:40

    “SPM – A vingança das barangas”… dá título de filme…

  2. francisco ramos1 de outubro de 2011 às 00:12

    É INACREDITÁVEL A POSTURA DE SETORES DO GOVERNO EM RELAÇÃO A ESTE COMERCIAL QUE

    QUASE PASSA DESPERCEBIDO. VÃO PROCURAR O QUE FAZER ! CERTAMENTO ENCONTRARÃO

    POIS O PAÍS PRECISA. IDIOTAS !

  3. Thiago29 de setembro de 2011 às 02:42

    Eu não acho a Gisele Bundchen bonita, ela é muito magrela… mas implicar com o comercial é falta do que fazer!

    E outra, não vejo nenhuma reclamação dessa tal Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) contra os funks proibidões que tocam nas favelas cariocas… tantas garotas de 10/11 anos sendo influenciadas por esses barulhos e sendo mães tão cedo… cadê essa tal de SPM nessas horas?

  4. JV28 de setembro de 2011 às 22:17

    As feias vão se vingar das não feias com Dilma no poder.

  5. LuizMS28 de setembro de 2011 às 16:11

    Também, pudera! O PT tem a Ideli, a Erenice e muitas outras que não conseguiriam “convencer” usando os argumentos da Gisele Bundchen.Pelo contrário, “desanimariam” qualquer um. Desta forma, elas procuram retirar a propaganda que consideram “ofensiva” às suas “formas”. Pelo-amor-de-Deus, deixem de ser chatas e vão trabalhar!

  6. Beth Augusto28 de setembro de 2011 às 14:36

    Perfeita não.

  7. Gabriel Soares28 de setembro de 2011 às 14:27

    Nuncaantesnahistóriadessepaís tão poucas pessoas representaram os anseios de toda a população brasileira.

Publicidade

Enquete

Quem você acha que Lula indicaria hoje para o STF?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
Publicidade