Notícias

Lava Jato: Antonio Palocci dispensou advogado, mas ainda estaria disposto a fazer delação

A informação é do Coluna do Estadão.

Após a decisão da 2ª Turma do STF de soltar José Dirceu, Antonio Palocci, ex-ministro de Lula e Dilma Rousseff, dispensou seu advogado, então contratado para intermediar a delação premiada. Ato contínuo, e por óbvio, a ideia era a de que tivesse desistido.

Mas parece que não foi bem assim. Segundo informa a Coluna do Estadão, houve desentendimento nos honorários. Algo corriqueiro, portanto.

Se for mesmo verdade, quem até agora estava comemorando talvez não tenha tanto assim a celebrar.

Aguardemos.

Fonte: Coluna do Estadao

Mais Lidas

To Top