Notícias

Lula sobre Palocci, que pode fechar delação: “se cometeu algum erro, só ele sabe”

Ele tem dado entrevistas a muitas estações de rádio da região.

Em entrevista à Rádio Cidade do Rio Grande do Norte, Lula manifestou-se acerca de Antonio Palocci, seu ministro (e também de Dilma Rousseff), que já estaria negociando delação premiada:

“O Palocci é fundador do PT, foi sindicalista, ministro, deputado, é uma das figuras mais inteligentes que esse país tem (…) Se cometeu algum erro, só ele sabe. Se vai fazer delação ou não é decisão dele. A mim também não preocupa. O que me preocupa é estar preso há seis meses sem nenhuma prova, é o arbítrio.”

E disse mais sobre delações:

“Segundo os jornais, (o delator) é pressionado para dizer o nome do Lula (…) Delação sob pressão, não deveria fazer. Você condena alguém a 31 anos de cadeia… Imagina dizer pro Fernandinho Beira-Mar: ‘você pode fazer delação’. Ele ia falar que quem matou, fez os crimes foi até a mãe dele.”

Não é BEM ASSIM que as coisas funcionam. Tudo bem, ele está num discurso muito mais para a plateia do que estabelecendo uma argumentação jurídica, mas é preciso colocar as coisas em ordem.

Palocci não está preso por falta de provas e ninguém aceita fechar delação por tortura ou algo assim. O acordo “premia”, mas essa contrapartida só existe quando se chega a um alvo “maior”, ou seja, que tenha cometido algo mais grave.

No mais, a fala de Lula foi respeitosa, sem dúvida, mas já não transparece um endosso completo do que eventualmente Palocci falará. Soa o exato oposto.

Fonte: O Globo

Mais Lidas

To Top