Notícias

Mesmo nascendo no Chile, Rodrigo Maia é brasileiro e pode, sim, presidir o Brasil

04/07/2017- Brasília- DF, Brasil- O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, chega ao STF para reunião com a presidente do Tribunal, ministra Cármem Lúcia. Foto: Marcelo Camargo/EBC/FotosPúblicas

Interlocutores do governo Temer espalharam que Maia não era brasileiro, mas isso não é verdade

Se o que adianta o colunismo político for verdade, o governo Temer respira os últimos dias de vida. Em Brasília, movimentam-se para que Rodrigo Maia assuma o comando do país. Primeiro, por força da linha sucessória. Depois, por uma eleição indireta com cartas marcadas.

Mas, claro, Michel Temer não quer assistir passivamente a tudo. Ou, ao menos, deixar a sensação de que entregou o poder de mão beijada. E combate por cartilha que o brasileiro já conhece bem ainda das gestões petistas, as tais “narrativas” que tanto confundem a opinião pública.

Na versão vazada por interlocutores, Maia poderia ser o primeiro estrangeiro a presidir o Brasil. O que possui apenas o cheiro de verdade, afinal, o presidente da Câmara nasceu em Santiago, quando seu pai, Cesar Maia, esteve exilado no Chile. Mas, como bem lembrou a Veja, o deputado federal foi registrado no consulado brasileiro de Santiago. E isso faz dele um brasileiro nato.

É uma realidade bem comum a diplomatas. Nos Estados Unidos, discussão semelhante atingiu Ted Cruz, senador pelo Texas. O republicano nasceu em Calgary, no Canadá. Mas a lei não o impediu de concorrer à Casa Branca, ainda que fosse derrotado por Donald Trump.

Fonte: Veja

Mais Lidas

To Top