Implicante

/ Notícias

5 de junho de 2011

Ministério vê trabalho degradante em programa do governo federal

white 15 Ministério vê trabalho degradante em programa do governo federalKindle

28042011114254 300x225 Ministério vê trabalho degradante em programa do governo federal

O Grupo de Fiscalização Móvel de Combate ao Trabalho Escravo, coordenado pelo Ministério do Trabalho, flagrou trabalhadores em condições análogas à escravidão em obras do programa Luz Para Todos em Rondônia. Matéria da Folha Online:

Nove pessoas foram flagradas trabalhando em condições análogas à escravidão em obras do programa do governo federal Luz para Todos, que tem como objetivo levar energia elétrica para a população rural.

O flagrante ocorreu no município de Guajará-Mirim (RO), na fronteira com a Bolívia, após operação do Grupo de Fiscalização Móvel de Combate ao Trabalho Escravo em março e abril, coordenado pelo Ministério do Trabalho.

Segundo informações do ministério, os trabalhadores moravam em alojamentos sujos e precários e executavam tarefas perigosas, como manuseio de cabos de alta tensão, sem treinamento e equipamentos de proteção.

Eles não tinham acesso a água potável e atravessavam longas distâncias até o refeitório. Nos alojamentos, os banheiros não tinham chuveiros nem vasos sanitários.

De acordo com o procurador do Trabalho Juliano Ferreira, que acompanhou a fiscalização, os trabalhadores estavam no local desde setembro do ano passado.

Em nota, a Eletrobras Distribuição Rondônia, responsável pela implementação do Luz para Todos no Estado, informou que não tem conhecimento de “situações relacionadas a empregados de empresas prestadoras de serviços, referentes a condições inadequadas de trabalho”.

(grifos nossos)

Comentário

Por questão de justiça, é preciso esclarecer: Dilma não criou o programa Luz Para Todos!

compartilhe

Tópicos

1 Comentário

  1. alexandre6 de junho de 2011 às 21:17

    isto mostra a independência que existe no ministério do trabalho. não tem essa de ser do governo ou não. se há trabalho escravo, é autuado !!!!!

Publicidade
Publicidade