Notícias

O que as empresas ganham doando produtos para as ações de João Dória em São Paulo?

Inconformada com o sucesso do prefeito, a esquerda obviamente já levantou teorias conspiratórias. Mas a explicação é simples.

Comecemos pelo começo: a esquerda simplesmente não está sabendo lidar com o sucesso de João Dória. A população aprova as ações do prefeito cada vez mais e os esquerdistas estão inconformados. Daí, optam pelo caminho da burrice e vão contra aquilo que o povo todo apoia.

Que sigam sendo burros, mas não desonestos.

Isso porque começaram a levantar “teses conspiratórias” acerca dos produtos doados por empresas para a prefeitura. Sim, isso mesmo: muitas das ações promovidas pela gestão de João Dória saem a baixo custo para os cofres públicos, pois há doações de todo tipo: tinta, móveis, itens de higiene etc. E, também sim, isso não é para ele, mas para a Prefeitura de São Paulo, ou seja, para todos.

Em vez de aplaudir, ainda que num fingimento de grandeza, a esquerda vai contra. E, como há pouco para atacar diante dos incontáveis pontos positivos desse tipo de coisa, apelam para a narrativa de conspiração. É patético.

Mas, afinal, O QUE GANHAM AS EMPRESAS COM ESSAS DOAÇÕES?

Publicidade. Visibilidade. Muitos – muitos! – pontos com os consumidores, pois, ao contrário dos 0,00001% de esquerdistas, o povo mesmo NÃO GOSTA DE PICHAÇÃO. E também acha muito bom que moradores de rua ganhem xampus e sabonetes e assim por diante.

Qualquer marca sonha com esse tipo de marketing, que consiste num fato 100% positivo, em prol do bem público, com divulgação em todos os grandes veículos e tudo apoiado pela grandíssima maioria do povo. Sai BARATO DEMAIS doar apenas os produtos.

Bastou um prefeito com essa noção para que algo assim vingasse. A reação da esquerda fica entre a burrice e a mesquinhez ideológico-partidária. Ou uma mistura de ambos, o que é mais provável.

Mais Lidas

To Top