Notícias

O Senado está há 123 anos sem barrar uma única indicação ao STF

A República ainda estava sob os cuidados de seu segundo presidente

Houve um tempo que o Senado se empenhava seriamente nas sabatinas para ministros do STF. Ao ponto de, no intervalo de apenas 3 anos, cinco indicações para a Suprema Corte serem rejeitadas pelo parlamento. Feliz ou infelizmente,  foram as últimas. Desde então, qualquer nome sugerido pelo Presidente da República era sabatinado já na certeza de que passaria.

E faz quanto tempo isso? Muito, muito tempo. Mais de 120 anos. Ocorreu no governo de Floriano Peixoto, o segundo presidente do país.

Na ocasião, foram barrados os seguintes nomes:

  • Barata Ribeiro
  • Innocêncio Galvão de Queiroz
  • Ewerton Quadros
  • Antônio Sève Navarro
  • Demosthenes da Silveira Lobo

Salvo acontecimento inusitado, as chances de esse ser o destino de Alexandre de Moraes, indicado pelo governo Temer, são mínimas.

Fonte: O Globo

To Top