Notícias

Polícia Federal atrasou operação que seria deflagrada durante eleição

De acordo com a jornalista Vera Magalhães, a PF alega que o atraso na Operação Porto Seguro foi provocado por “falta de contingente policial”. Abaixo a nota publicada na edição de hoje (29) da Folha:

A Operação Porto Seguro deveria ter sido deflagrada entre o primeiro e o segundo turnos das eleições municipais, mas foi atrasada por recuo da Polícia Federal. Após acertar com a Justiça Federal e o Ministério Público Federal as primeiras prisões e apreensões de documentos da investigação sobre tráfico de influência em ministérios e agências federais, a PF alegou “falta de contingente policial” para postergar as medidas para depois do pleito, frustrando as demais instituições.

Leia a coluna completa aqui.

To Top