Notícias

Petista acusada de forjar próprio sequestro responderá por formação de quadrilha

Vereadora foi liberada, mas responderá por por falsa comunicação de crime, fraude processual e formação de quadrilha

4072749982_a0db10794e_z

Informação do jornal “O Globo”:

RIO – A vereadora Ana Maria Holleben (PT) foi solta na tarde de quarta-feira. A petista, que iniciou seu terceiro mandato na Câmara de Ponta Grossa, no Paraná, estava presa desde o último dia 2 de janeiro no quartel do Corpo de Bombeiros. Ela é suspeita de ter forjado o próprio sequestro no último dia 1º de janeiro, data da posse.

O delegado Luiz Alberto Cartaxo disse que a falsa comunicação de sequestro teve motivação política, para que ela evitasse votar na eleição para a presidência da Câmara Municipal de Ponta Grossa. O sequestro seria uma justificativa.

Além da vereadora, três pessoas que participaram do falso sequestro e estavam detidas também foram liberadas. A conduta da vereadora vai ser alvo de uma CPI na Câmara de Ponta Grossa.

Leia mais aqui.

Notícias Recentes

To Top