Implicante

/ Notícias

14 de junho de 2012

Pimentel é chamado a prestar esclarecimentos a Comissão de Ética pela terceira vez

white 15 Pimentel é chamado a prestar esclarecimentos a Comissão de Ética pela terceira vezKindle

Pimentel Dilma Caf Nice matria Pimentel é chamado a prestar esclarecimentos a Comissão de Ética pela terceira vez

Dilma bem que tentou aliviar a barra de Fernando Pimentel ao afastar 5 integrantes do Conselho de Ética que ousaram abrir um processo para investigar a conduta do ministro. Como os indícios de ilicitudes e irregularidades foram se avolumando, a iniciativa da presidente não surtiu efeito e, pela terceira vez, Pimentel foi chamado a prestar esclarecimentos sobre “consultorias”, palestras fantasmas e, mais recentemente, sobre o uso de um jatinho fretado pelo empresário João Dória Júnior durante viagem à Bulgária, prática vedada pelo artigo 7° do Código de Conduta de Conduta da Alta Administração Federal.

Pimentel diz que prestará todos os esclarecimentos necessários. É o que informa a edição online do jornal O Estado de São Paulo:

Brasília, 14 – O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, disse hoje que “todos os esclarecimentos serão dados” à Comissão de Ética Pública da Presidência da República. Essa resposta refere-se à decisão anunciada pela comissão, na última segunda-feira, de pedir – pela terceira vez – esclarecimentos ao ministro sobre os negócios de consultoria por ele prestados, além de abrir procedimento preliminar para apurar o episódio envolvendo o fretamento de jatinho durante viagem à Europa.

“Todos os esclarecimentos necessários serão dados. Já foram dados e serão dados de novo”, respondeu o ministro, após participar de cerimônia no Palácio do Planalto de entrega do selo “Empresa Compromissada” a entidades do setor da cana-de-açúcar. “Já esclareci e se precisar esclarecer de novo, será dado, evidentemente”, declarou.

O conselheiro Fábio Coutinho defendeu, durante a última reunião da comissão, a imposição de uma advertência a Pimentel. Apesar do voto favorável de Coutinho e da conselheira Marília Muricy, os demais membros optaram por pedir mais esclarecimentos ao ministro – a próxima reunião do grupo está marcada para 2 de julho.

A oposição vê semelhanças entre a situação de Pimentel e a do ex-ministro da Casa Civil Antonio Palocci, que saiu do governo devido à denúncia de ter o patrimônio ampliado em 20 vezes após a prestação de serviços de consultoria. Pimentel é alvo de denúncias de que sua empresa, a P-21 Consultoria e Projetos, teria faturado mais de R$ 2 milhões com consultorias entre 2009 e 2010. Há suspeitas de tráfico de influência.

Comentário:

Pimentel se manteve firme no governo mesmo quando eclodiram as primeiras denúncias de tráfico de influência, improbidade e enriquecimento ilícito. Não será a admoestação de uma Comissão de Ética que irá tirar o sono do ministro. Ainda mais agora, quando todas as atenções estão voltadas para a CPI do Cachoeira.

compartilhe

1 Comentário

  1. razumikhin14 de junho de 2012 às 19:48

    O casamento dos empresários brasileiros – na grande maioria não mais que corruptos sugadores das tetas da viúva – com a nata da esquerdopatia lulpetralha, aloprada e suburbana, deu luz a um monstro,. Na sua bunda se lê: made in China.

Publicidade

Enquete

Escolham os nomes dos dois mascotes olímpicos do Rio:

Ver Resultados

Loading ... Loading ...
Publicidade