Notícias

Schneider absolvido: PT e imprensa calados

shneider1

Durante a campanha eleitoral do ano passado, a imprensa (o tal PIG…) e blogs ligados ao PT (seja por patrocínio direto, indireto ou até mesmo afinidade ideológico-partidária) divulgaram uma ação movida contra Alexandre Schneider, e em alguns casos a divulgação consistia basicamente em novo libelo acusatório.

Isso porque, além de Secretário Municipal de Educação (gestão Kassab), Schneider também foi candidato a vice na chapa de Serra. Desse modo, reforçavam as acusações e as alastravam como se fossem verdades absolutas (os mesmos que, hoje, não acatam decisão judicial de última instância se o condenado for do PT…).

Vejam como imprensa e afins trataram o caso:

só a nata

só a nata

Pois bem: Alexandre Schneider foi ABSOLVIDO.

A notícia saiu em site jurídico especializado. E só. Ninguém da imprensa (que PIG mais bonzinho com o PT…) publicou coisa alguma, muito menos os que dela foram expulsos (ou correram para baixo das saias episcopais do reino de deus). Nada. Alardeiam uma acusação (considerada política pela juíza do processo) e se calam quando o acusado é absolvido.

A sentença (veja em PDF) diz o seguinte sobre essa ação judicial:

“…uma rinha de natureza política entre partidos, da qual o Judiciário e o Ministério Público não devem e nem podem participar (…)

Tudo isso não pode deixar de ser levado em consideração, uma vez que o Judiciário não se envolve em questões políticas e nem está a serviço de partido político algum, incumbindo-lhe aplicar a lei ao caso concreto, dando a cada um o que é se (…)

ficou claro nos autos que, diante da situação de fato que se apresentava, a contratação dos serviços deveria mesmo ter sido feita de forma direta, sendo inexigível a licitação” (grifos nossos)

Taí. E fica por isso mesmo. A imprensa – tão xingada pelos petistas – se prestou a divulgar a acusação e silenciar sobre a absolvição. O mesmo quanto aos blogs ligados ao PT – e também aquele pessoal “não sou petista, mas…”, das redes sociais, que bem conhecemos (boa parte devidamente empregada no tal PIG).

Que imprensa mais golpista, né?

Notícias Recentes

To Top