Notícias

Segundo o MEC (e isso é sério!), 10 – 4 = 7

Um livro aprovado pelo MEC ensinava língua portuguesa com alguns erros e isso gerou intenso debate. Agora, a álgebra também leva bordoadas do Ministério. Leiam trecho de reportagem do Estadão, depois voltamos:

MEC gasta R$ 14 milhões para imprimir 7 milhões de livros e ‘ensinar’ que 10 menos 7 são 4 – 1,3 milhão de alunos receberam materiais com erros; ministro da Educação pediu abertura de sindicância para apurar quem são responsáveis pela falha – BRASÍLIA – O Ministério da Educação pagou R$ 13,6 milhões para ensinar que dez menos sete é igual a quatro a alunos de escolas públicas da zona rural do país. No segundo semestre de 2010, foram distribuídas com erros graves 200 mil exemplares do Escola Ativa, material destinado às classes que reúnem alunos de várias séries diferentes. Foram impressos ao todo 7 milhões de livros – cada coleção do Escola Ativa contém 35 volumes. Os erros foram detectados no início do ano, e um grupo de especialistas contratados pelo ministério julgou que eles eram tão graves, tão grosseiros e tão numerosos que não bastava divulgar uma “errata” à coleção. Os livros com erros foram distribuídos a 39.732 classes multisseriadas da zona rural, presentes em 3.109 municípios e todos os Estados do país. Segundo publicação do MEC, essas classes atendem 1,3 milhão de alunos. (grifos nossos)

Comentário
Provavelmente a matemática deve ter algum ramo oposto à álgebra tradicional – como, no Português, a lingüística está para a gramática normativa. Ou então foi mesmo erro do MEC, como sempre. Mas ainda aposto na capacidade de malabarismo verbal dos petistosféricos.

Pela lógica, essa seria a desculpa: “se tanta gente faz conta assim, não é adequado dizer que estão todos errados, pois isso apenas alimenta o PRECONCEITO MATEMÁTICO”. Aguardemos.

Notícias Recentes

To Top