Notícias

TCU identifica irregularidades em contratos da Petrobras

As irregularidades geraram um superfaturamento de quase R$ 368 milhões.

Do Estadão:

refinariaabreuelima

De acordo com uma auditoria apresentada pelo Tribunal de Contas da União, reajustes irregulares em quatro contratos assinados pela Petrobras com consórcios encabeçados pelas empreiteiras Camargo Côrrea, OAS e Odebrecht para construir a Refinaria Abreu e Lima geraram superfaturamento de quase R$ 368 milhões. Segundo o TCU, foram encontrados “fortes indícios de desequilíbrio econômico e financeiro em desfavor da Petrobras” e “indícios de pagamentos indevidos” às construtoras.

Notícias Recentes

To Top