Ponto de Vista

Grupo Odebrecht doou R$ 50 milhões à campanha de Dilma em retribuição a MP que o beneficiou

Os detalhes foram confessados ao TSE pelo próprio Marcelo Odebrecht

O depoimento de Marcelo Odebrecht ao TSE confirma os piores pesadelos do brasileiro. Segundo o empreiteiro, nada menos do que 80% da verba que irrigou a campanha de Dilma teria por destino o caixa dois. Mas ele foi além. O grupo que leva seu sobrenome teria doado R$ 150 milhões, dos quais R$ 50 milhões seriam uma contrapartida à medida provisória do Refis, MP que beneficiou a Braskem, pertencente ao mesmo grupo.

Sim, beneficiou Dilma Rousseff, mas vem de 2009, quando o presidente era Lula. Atinge ambos. E ainda sobra para Michel Temer, uma vez que foi eleito pela mesma campanha e corre o risco de ter o mandato cassado pelo TSE.

Eis que 2017 finalmente esquenta.

Fonte: Zero Hora

Mais Lidas

To Top