Ponto de Vista

Mudanças na Rouanet: o evento fez uso da lei? Haverá um teto para o preço dos ingressos

No Sul e Sudeste, os projetos só poderão captar no máximo R$ 10 milhões

Há muito tempo a lei Rouanet vem sendo criticada aqui no Implicante, principalmente sobre como usa recursos públicos para manter espetáculos caríssimos de interesse exclusivo de uma elite que já teria condições de pagar por ele. Mas aos poucos a coisa está mudando.

O Ministério da Cultura anunciou um pacote de mudanças: prestação de contas dos projetos em tempo real via Portal da Transparência; o preço médio dos ingressos vendidos não poderá superar os R$ 150,00 para eventos que façam uso da lei; nenhum projeto poderá passar de R$ 10 milhões, a não ser que seja realizado no Norte, Nordeste ou Centro-Oeste, onde o limite será de R$ 15 milhões.

Este último caso é explicado de uma forma simples: hoje, 80% da verba da Rouanet é aplicada na região Sudeste, o que finda concentrando ainda mais renda.

O Implicante segue achando que país sério nem Ministério da Cultura possui. Mas recebe como boa a notícia de que as críticas estão fazendo o MinC se mexer.

Fonte: Broadcast Político

To Top