Ponto de Vista

Na prática, o STF deu foro privilegiado a Sarney, sem cargo público há dois anos

Toda a delação de Sérgio Machado atingindo o ex-presidente continuará em Brasília

O maldito foro privilegiado é o benefício que impede certas autoridades de serem enviadas aos cuidados de Sérgio Moro. Lá, na primeira instância, a Lava Jato já condenou 87 investigados. Em Brasília, com o STF, após três anos, o total de condenações foi zero.

O último mandato de José Sarney concluiu-se em 1º de janeiro de 2015. Desde então, ele é um cidadão como qualquer brasileiro. Portanto, qualquer investigação que o atinja no âmbito da Lava Jato deve ser remetida a Sérgio Moro, certo?

O STF discorda. E todo o material colhido pela delação de Sérgio Machado ficará aos cuidados da lentidão do Supremo. Só Fachin votou em benefício de Moro.

Fonte: O Globo

Mais Lidas

To Top