Ponto de Vista

Odebrecht diz ter comprado o apoio da maioria dos partidos pró-reeleição de Dilma Rousseff

A denúncia é gravíssima, pois pode justificar a cassação da chapa

Quando Dilma Rousseff concorreu à reeleição, oito partidos se somaram ao PT para garantir à coligação um total de 11 minutos e 24 segundos no horário eleitoral. A saber: PMDB, PSD, PP, PR, PDT, PRB, PROS e PCdoB. Mas o apoio da maioria desse grupo custo caro aos cofres da… Odebrecht!

Um ex-diretor da empreiteira confirmou que o apoio do PDT custou R$ 4 milhões. E outras quatro siglas, segundo a Veja, teriam recebido a soma de R$ 35 milhões.

Em depoimento ao TSE, o trio Cláudio Melo Filho, Alexandrino Alencar e Hilberto Silva confirmaram que a Odebrecht comprou com 7 milhões de reais o apoio de cinco partidos, entre eles o PCdoB e o PRB. Tudo em dinheiro vivo.

A denúncia é gravíssima. Em casos semelhante, resultou em cassação. E isso pode atingir mortalmente o governo Temer, eleito pela mesma coligação.

Fonte: O Antagonista

To Top