Ponto de Vista

Placar dos ministros citados na segunda lista de Janot: Michel Temer 5 x 21 Dilma Rousseff

Três deles, inclusive, fizeram parte de ambos os ministérios

Rodrigo Janot finalmente divulgou sua segunda lista de investigados pela Lava Jato, e ela veio bem mais “encorpada” que a primeira, com um total de 320 pedidos. Ainda não se sabe a quantidade de autoridades atingidas, mas o noticiário já soube que cinco ministros do governo Temer estariam nela: Eliseu Padilha, Gilberto Kassab, Moreira Franco, Aloysio Nunes e Bruno Araújo.

Trata-se, por óbvio, de uma péssima notícia, o ideal seria o ministério do Governo Federal livre de investigados, e a torcida do Implicante é para que Michel Temer os substitua o quanto antes. Mas a esquerda está se assanhando sobre o número ignorando um outro tão ou mais relevante. Na mesma lista, há 21 nomes que fizeram parte do ministério de Dilma Roussef, conforme adiantado pelo Antagonista:

  1. Antonio Palocci
  2. Guido Mantega
  3. Jaques Wagner
  4. Erenice Guerra
  5. Fernando Pimentel
  6. Edinho Silva
  7. Aloizio Mercadante
  8. Gleisi Hoffmann
  9. Paulo Bernardo
  10. Mario Negromonte
  11. Fernando Bezerra
  12. Carlos Gabas
  13. Gilberto Carvalho
  14. Arthur Chioro
  15. Edison Lobão
  16. Celso Pansera
  17. Henrique Alves
  18. Eliseu Padilha
  19. Moreira Franco
  20. Gilberto Kassab
  21. Silas Rondeau

Sim, Gilberto Kassab, Eliseu Padilha e Moreira Franco fizeram parte de ambos os governos, o que só torna tudo muito mais bizarro.

De qualquer forma, fica a lição. Por mais que Michel Temer erre, os erros de Dilma Rousseff são, até segunda ordem, imbatíveis.

Fonte: O Antagonista

Notícias Recentes

To Top