facebook
...
Blog

Barbosa manda retirar advogado de Genoino do plenário do STF

Segurança que escoltou Luiz Fernando Pacheco para a saída afirmou em depoimento que advogado estava visivelmente embriagado e disse que “se tivesse uma arma, daria um tiro na cara” do presidente do Supremo

luizfernando_pacheco_02

Notícia do portal UOL:

Seguranças do STF (Supremo Tribunal Federal) que expulsaram nesta quarta-feira (11) o advogado do petista José Genoino do plenário, por ordem do presidente da Corte, ministro Joaquim Barbosa, disseram, em depoimento interno da Corte, que Luiz Fernando Pacheco estava “visivelmente embriagado” e teria dito que, “se tivesse uma arma, daria um tiro na cara do presidente”.

Procurado pelo UOL para comentar o depoimento, Pacheco não atendeu às ligações feitas para seu telefone celular.

O advogado Luiz Fernando Pacheco acabou sendo retirado à força após subir à tribuna para pedir que o tribunal decidisse sobre pedido da defesa para que Genoino volte a cumprir pena em regime domiciliar.

“Como o advogado, visivelmente embriagado, alterou o tom de voz de maneira desrespeitosa, o presidente, suspendendo a sessão, ordenou sua imediata retirada do plenário”, diz o relato divulgado pela assessoria de imprensa da Corte, sem identificar o nome do servidor.

E continua: “segundo depoimento do agente segurança que participou da ação de retirada do advogado, já fora do tribunal ele, visivelmente transtornado, teria dito que ‘se tivesse uma arma, daria um tiro na cara do presidente'”.

O registro, que é feito toda vez em que há alguma ocorrência fora do normal no tribunal, pode depois ser enviado ao Ministério Público Federal, à Polícia Federal ou permanecer apenas como um registro interno mesmo.

Barbosa, então, discutiu com Pacheco e pediu que se retirasse. Diante da insistência, o microfone do advogado foi cortado e Barbosa determinou aos seguranças do tribunal que o removessem do local.

Pacheco deixou o plenário protestando: “Eu pegarei Vossa Excelência também… por abuso de autoridade. (…) Isso é abuso de autoridade! Isso é abuso de autoridade”, ao que Barbosa rebateu: “Quem está abusando de autoridade é Vossa Excelência. A República não pertence à Vossa Excelência e nem a sua grei [povo], saiba disso.”

No final da tarde, por meio de nota, Barbosa disse que considerou “lamentável” o episódio. Segundo Barbosa, Pacheco agiu “de modo violento” e dirigiu “ameaças” contra ele.

(…)

(grifos nossos)

Comentário

Assistam ao vídeo e tirem suas próprias conclusões:

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=4oCZKjvvQDQ[/youtube]

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 50% OFF (com desconto máximo de R$ 20) em 3 corridas.

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Recentes

To Top