facebook
...
Blog

Caso CEAGESP: a vergonhosa tragicomédia do dia

Críticas à Companhia simplesmente DESAPARECEM quando a militância petista descobre que a empresa é do governo federal. A situação é tão patética que chega a ser cômica – porém, como sabemos, é na verdade bem trágica.

Rolou um quebra-quebra na CEAGESP por conta da instituição de cobrança de estacionamento. Manifestantes atearam fogo em tudo e mais um pouco, de modo que até o varejão foi suspenso. A PM foi acionada para segurar a bucha.

Na mesma hora, a infalível tigrada do chamado DCE da Internet não perdeu tempo e mandou suas famosas brasas. Vejam alguns exemplos:

4 5 6

Ocorre que a CEAGESP (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo) é uma empresa gerida pelo GOVERNO FEDERAL (sim, do PT). Já pertenceu ao governo de SP, é verdade, mas foi federalizada em 1997. A tal incompetência, portanto (e como sói), cabe a Dilma e seus asseclas.

Agora, apenas imagine a cara do pessoal que se apressou em xingar a péssima gestão da Companhia… Claro que pararam na hora! Passou a ficar TUDO BEM com a CEAGESP! Oloco! Tá uma maravilha, pô!

Mas é claro que não está. Vejam uma reportagem interessante do Estadão:

Ceagesp abriga apadrinhados de petistas – A Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp) é reduto de apadrinhados dos petistas João Paulo Cunha (SP), deputado condenado no esquema do mensalão, e do ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho. Até o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem seu sobrinho, filho do irmão Vavá, trabalhando na empresa. Edison Ignácio da Silva ocupa cargo de confiança de gerente, com salário de R$ 15 mil. O presidente, Mário Maurici, é próximo a Carvalho, com quem trabalhou na Prefeitura de Santo André na gestão de Celso Daniel, assassinado em 2002. Companheira do prefeito na época do assassinato, Ivone Santana também assumiu cargo comissionado na Ceagesp. O nome dela ainda consta da lista de servidores, mas a empresa diz que ela deixou o cargo em dezembro de 2012. A irmã do deputado João Paulo Cunha, Ana Lucia da Cunha Pucharelli, também tem cargo de confiança na empresa. A Ceagesp já abrigou o filho de Marco Polo Del Nero, presidente da Federação Paulista de Futebol e membro do Comitê Executivo da Fifa, Marco Polo Del Nero Filho. Ele deixou a empresa em abril. Tinha salário de R$ 7 mil” (grifos nossos)

É mole? Não se trata apenas de uma empresa “federal”, que nada! Tem sobrinho do Lula, irmã de mensaleiro condenado e até um indicado pelo incrível Gilberto Carvalho, da época da temível “gripe de Santo André”.

Mas agora que nenhum militante virtual, tanto menos a turma do DCE que “não é petista, mas…”, vai falar qualquer coisa da CEAGESP. Tá tudo uma MARAVILHA. Não existe mais incompetência por lá – nem loteamento.

Que papelão, turminha…

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 50% OFF (com desconto máximo de R$ 20) em 3 corridas.

6 Comentários

6 Comments

  1. Roberto Moreno

    21 de março de 2014 at 19:55

    O problema de trabalhar parentes ou amigos até que que poderia não ser problema desde que houvesse competência para o cargo, mas não é o que acontece. As coisa mudaram,modernizaram e o Ceagesp está abandonado a mais de 15 anos, as regras internas não são cumpridas e tão pouco fiscalizada. Eu acho que ainda tem jeito, mas os responsáveis precisam ouvir os permissionários e não ficar metendo os pés pelas mãos. O que se arrecada de taxas e aluguéis é muita coisa.

  2. valdirene xavier

    16 de março de 2014 at 20:32

    Trabalho com entregas de mercadorias sexta feira foi terrivel o transito.o frete ja e pouco e ainda ter que pagar um valor de estacionamento tao grande para mensaleiros?para onde vai esse dinheiro?

  3. Carlos Munhoz

    16 de março de 2014 at 12:06

    Concordo com o Felipe: o mais legal é deixar os nomes/nicks deles legíveis, para acompanhar as besteiras que eles falam!
    Eu tentei localizar algumas das bobagens: https://cmunhoz.com/2014/03/16/o-caso-da-ceagesp-e-a-militancia-politica-burra/
    Não achei todos…

  4. maria saparowa

    16 de março de 2014 at 06:17

    Militontos…

  5. fabio

    15 de março de 2014 at 15:38

    Parei Estadão. Parabéns aos que conseguiram ir até o fim.

  6. Felipe Cangussu

    14 de março de 2014 at 21:50

    Por que apagou o nome do usuário do twitter? Queria ver o que esses infelizes estão dizendo agora…

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Recentes

To Top