Blog

É Fantástico! Ministro das Cidades, há 2 meses no cargo, já é alvo de graves denúncias

O ministro Aguinaldo Ribeiro (PP/PB) foi o personagem principal de reportagem de 15 minutos no “Fantástico” ontem. O programa da TV Globo mostrou esquema de corrupção no projeto “Jampa Digital”, inaugurado por Aguinaldo Ribeiro quando era secretário de Ciência e Tecnologia de João Pessoa. O Fantástico também revela que o ministro gastou R$ 200 mil da Assembleia Legislativa da Paraíba no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, na época em que exercia mandato de deputado estadual:

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=xYBlmTOmyyo[/youtube]

Leiam alguns trechos da transcrição da matéria, extraída do site do Fantástico:

Mais uma denúncia de dinheiro público mau usado. Em 2010, um projeto que transformaria João Pessoa numa cidade digital, coberta por internet grátis e sem fio, foi anunciado com festa, consumiu milhões de reais, mas hoje não funciona.

Quem o inaugurou foi o atual Ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, que na época do lançamento era Secretário de Ciência e Tecnologia da capital da Paraíba.

Um produtor do Fantástico marcou uma reunião com um representante da empresa que fez a instalação. Imaginando estar diante de uma nova oportunidade de negócio, o representante falou abertamente em pagar propina.

(…)

Na orla de João Pessoa, dois anos depois, tentamos várias conexões, durante o dia, à noite, no final de semana e nada de internet por aqui”.

E mais: há indícios de que equipamentos foram comprados muito acima dos preços de mercado.

O Fantástico fez contato com a empresa Ideia Digital Sistemas, Consultoria e Comércio Limitada, responsável pela implantação do projeto. Sem saber que era gravado, o representante da Ideia Digital fala em propina. “O que vem se praticando é 5% a 10%. Dos negócios que eu atuei, foi mais ou menos isso”, conta.

Março de 2010. A prefeitura de João Pessoa faz propaganda, sobre a fase inicial do projeto. “Você pode acessar à internet gratuitamente na estação Cabo Branco, na orla, e em breve em mais 14 praças”.

Na inauguração, o então Secretário Municipal e hoje Ministro Aguinaldo Ribeiro foi apresentado assim:

– Nós ouviremos o Secretário de Ciência e Tecnologia. A pessoa responsável pela implantação desse projeto transformador que é o Jampa Digital. Com a palavra, Aguinaldo Ribeiro.

– Tá aí, internet de graça sem fio pra toda galera de João Pessoa. Parabéns.

Aguinaldo Ribeiro se elegeu duas vezes deputado estadual pelo Partido Progressista.

De agosto de 2008 a fevereiro de 2009, foi Secretário de Ciência e Tecnologia do estado da Paraíba.

Reportagens de jornais da Paraíba mostram que ele já falava em distribuir internet pra população. Nesta, de janeiro de 2009, ele promete – numa audiência na Assembleia Legislativa – internet de graça na orla de João Pessoa em seis meses. E declara: “Estamos trabalhando para que todos os paraibanos tenham acesso à internet”. Em dezembro de 2009, assumiu a Secretaria Municipal de Ciência e Tecnologia de João Pessoa.

No dia da posse, o então prefeito Ricardo Coutinho atestou: “Há algum tempo, Aguinaldo Ribeiro acompanha o processo de implantação do Jampa Digital”. Três meses depois, na condição de Secretário Municipal, Aguinaldo Ribeiro inaugurou o projeto.

(…)

Apenas dez dias após inaugurar o projeto da cidade digital, Aguinaldo Ribeiro deixou a Secretaria de Ciência e Tecnologia de João Pessoa, entrou em campanha e se elegeu deputado federal.

Um relatório de inteligência financeira – feito a partir de informações repassadas pelos bancos – aponta movimentações classificadas como atípicas – ou seja – fora do normal, em contas bancárias dele.

Segundo o documento, essas transações aconteceram em agosto de 2006; setembro de 2007; agosto de 2008; e entre janeiro e outubro de 2009.

Movimentação atípica não significa ilegal.

Para verificar se houve crime ou não, o relatório foi entregue a procuradores e à Polícia federal. Os órgãos públicos não se manifestam sobre apurações desse tipo que estão em andamento.

Procurado pelo Fantástico, o Ministro das Cidades não quis gravar entrevista.

(…)

O Fantástico também tinha pedido ao ministro que falasse sobre um outro fato, descoberto por nossa equipe durante a apuração dessa reportagem. Mas não tivemos retorno.

É o resultado de uma auditoria do Tribunal de Contas da Paraíba, que diz o seguinte: Em 2008 e 2009, quando era deputado estadual, Aguinaldo Ribeiro e também uma irmã e o pai dele receberam – juntos – quase 137 mil reais da Assembleia Legislativa. Usaram o dinheiro público para tratamento no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, um dos mais conceituados do país.

A família do atual Ministro é uma das mais tradicionais do Nordeste.

A conclusão da auditoria: Aguinaldo Ribeiro não faria parte do rol de pessoas carentes para que o estado o ajudasse em suas necessidades mais elementares.

(…)

Comentário

Aguinaldo Ribeiro assumiu o Ministério das Cidades há menos de dois meses, depois da queda de Negromonte, e já demonstra não ter a menor condição de ocupar o cargo – na verdade, não tinha condições nem de ser nomeado, pois algumas denúncias envolvendo seu nome já eram conhecidas em fevereiro, e bastaria consultar qualquer cidadão pessoense para atestar a competência de Aguinaldo Ribeiro em fazer o tal projeto “Jampa Digital” funcionar.

Parece que o processo de seleção pelo Google não tem dado muito certo para Dilma…

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 50% OFF (com desconto máximo de R$ 20) em 3 corridas.

4 Comentários

4 Comments

  1. Carlos DIONÍSIO

    28 de março de 2012 at 16:49

    Faço minhas as palavras proferidas pelo Deputado Estadual Trocolli Júnior “Quando nós temos um ministro que pode ajudar o nosso Estado e pode melhorar as condições de vida da nossa população, alguns incorretos e egoístas agem para desestabilizar o paraibano em seu cargo. Nós sabemos o quanto é importante um ministro em cargo tão importante e não podemos deixar a Paraíba perder”
    A própria prefeitura de João Pessoa admite. O ministro das Cidades, apesar de já discutir o assunto quando secretário de governo estadual, chegou depois do processo licitatório e foi antes da liberação da verba.
    Estão acusando-o de quê mesmo? E com base em quê?
    A Paraíba não tolera mais esse tipo de política, estamos de olho em quem busca o verdadeiro bem para os paraibanos.
    Quanto a movimentação bancária atípica na conta do Ministro, não significa ilegal, haja vista que há mais de 20 anos Aguinaldo Ribeiro exerce atividade empresarial e que sua movimentação financeira é compatível com o patrimônio declarado à Receita. Outro fato a destacar e que todos sabem é que quando Aguinaldo Ribeiro, assumiu a Secretaria de Ciência e Tecnologia de João Pessoa, a licitação e a contratação do Projeto Cidade Digital já tinham sido concluídas, e que ele nunca liberou recursos para o projeto. O ministro solicitou que as denúncias mostradas na reportagem sejam apuradas.

  2. arimateia

    27 de março de 2012 at 00:30

    isso é politica brasileira

  3. Marlon

    26 de março de 2012 at 20:40

    off:

    Herdeiros de Brizola se unem para retomar PDT
    https://oglobo.globo.com/pais/herdeiros-de-brizola-se-unem-para-retomar-pdt-4405794

    capitanias hereditárias… (logo aparece o grupo dos 11…)

  4. Thiago

    26 de março de 2012 at 19:10

    Acho que vou mandar um e-mail com uma sugestão… que tal diminuir o número de ministérios e colocar pessoas que não tenham tantos problemas, talvez acabe com essas “marolinhas” de denúncias da “mídia golpista”…

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Recentes

Política & Implicância.

Curta-nos

Siga-nos

© 2016 Implicante.org - Todos os Direitos Reservados

To Top