facebook
...
Blog

Em Macapá, Lula grava vídeo pedindo voto para prefeito preso em operação da PF

Roberto Góes (PDT) passou uma temporada na cadeia em 2010 por causa da Operação Mãos Limpas, mas ex-presidente quer que ele seja eleito para “construir um novo Brasil”

Nota da coluna Radar Online, de Veja.com:

Lula continua a não se incomodar em colar sua imagem a aliados de conduta questionável. Deve ser conselho de José Dirceu, que enxerga nas urnas uma resposta para o mensalão.

Lula gravou um depoimento pedindo votos para o prefeito de Macapá, Roberto Góes, candidato à reeleição. Góes foi preso pela Polícia Federal, em 2010, numa operação que apurou um esquema de fraudes em licitação.

Os comícios do prefeito não podem passar das 22h, mas não por causa da concorrência com a novela, mas porque ele está proibido de permanecer em certos lugares públicos depois desse horário, consequência de um acordo como Ministério Público.

Nada disso desencorajou Lula, que no programa de TV de Góes exibido hoje, recomendou:

– Em Macapá, dia 28, o voto certo é Roberto 12.

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 50% OFF (com desconto máximo de R$ 20) em 3 corridas.

1 Comentário

1 Comment

  1. Jotabe

    20 de outubro de 2012 at 17:50

    Felizmente, há vídeos, jornais e revistas que mostram Lula dizendo cobras e lagartos, sem dó nem piedade, dos que eram seus inimigos declarados: Sarney, Colllor, Roberto Góes, Paulo Maluf. Hoje é tudo maravilha. São amigos desde o tempo de creche. Dá para acredfitar em políticos? São todos iguais, mas Lula é campeão, é honoris causa. e o brasileiro acredita.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Recentes

To Top