facebook
...
Blog

Frei Betto: “O PT trocou um projeto de Brasil por um projeto de poder”

Quando qualquer um mostra que o PT tem apenas um projeto totalitário de poder, é acusado de ser da “mídia golpista” ou da “direita hidrófoba”. Mas e quando Frei Betto reconhece o mesmo?

frei betto

Este site vem denunciando há meses que o PT não é um partido como outro qualquer. É um partido de tentações totalitárias (o único grande partido do país a ter como modelo as ditaduras mais brutais do planeta), sem o menor apreço pelo poder divido.

O mensalão, o maior legado do PT ao Brasil, é um crime de ditadura, e não apenas de corrupção (comprou-se deputados para se legislar a partir do Executivo central, tomado por aquele cara do “nunca antes na história desse país…”), sem contar inúmeros ataques à imprensa (do “controle social da mídia” até se cogitou expulsar o correspondente do esquerdista New York Times, Larry Rohter, tão somente por ele falar o que todo mundo sabe: que Lula gosta de beber).

O discurso da militância petista, pautado através do que os americanos chamam de “dog whistle politics”, vem pronto de cima. Para os petistas, qualquer crítica às tentações totalitárias (não apenas autoritárias) do partido de Lula e Dilma é fruto de uma “mídia golpista” (mesmo quando há petistas em quase todos os grandes veículos de comunicação) ou, como é a nova moda, ataques de uma “direita hidrófoba” que se comporta como um Rottweiller.

Acontece que nem só a “direita hidrófoba” nota o óbvio. Sob o discurso comunista até o último furúnculo de um amigo pessoal de Lula que ajudou o PT a ser formado e ser o Leviatã que hoje é, podemos encontrar a mesma crítica.

Trata-se de Frei Betto, em entrevista publicada no jornal gaúcho Zero Hora.

Frei_betto mstSob elogios aos presidentes petistas Lula e Dilma, Betto critica como os 11 anos de governo vermelho não foram suficientes para nenhum dos presidentes ter coragem de fazer o maior desastre que pregavam quando eram da oposição: uma reforma agrária – isto é, acabar com a propriedade privada no país, distribuindo as terras que o governo quisesse desapropriar com base em critérios que o próprio governo iria escolher – não seria surpreendente que os cupinchas do governo petista ficassem com mais terras do que quem ouse ser anti-petista.

Mas, se petistas acreditam nisso, é um teste de verdade: por que falaram tanto em “reforma agrária” na década de 90 (assim como em outros termos extremamente ridículos – quem não se lembra de que eles eram “anti-globalização”?!) e faz uma década que ninguém mais sabe o que é isso? Nossas crianças de 15 anos estão quase chegando à idade do voto sem terem sido bombardeadas com essa macaqueação. A militância petista não deveria reclamar junto, exigir que o PT cumpra o seu programa e transforme logo isso aqui num Zimbábue ou numa Coréia do Norte? O PT só acerta quando trai o petismo.

Ele especifica; “Nem a (reforma) agrária, nem a tributária, nem a política, nem a previdenciária, nem a de educação, nem a da saúde” e, apesar dos avanços, não houve a redução da desigualdade social. “Segundo o Ipea, dado de outubro de 2013, a desigualdade no Brasil entre os mais ricos e os mais pobres é de 175 vezes, e isso é escandaloso”, constata.

Segundo ele, “o PT trocou um projeto de Brasil por um projeto de poder. Permanecer no poder passou a ser mais importante do que criar uma alternativa civilizatória para a nação Brasil”. (…)

Paradoxalmente, os 10 anos de governo do PT foram 10 anos de despolitização da sociedade brasileira. Então, os jovens, agora, querem ter esse protagonismo político, estão ocupando as ruas, querem participar. Acreditou-se que a política era um privilégio do andar de cima, que as coisas se resolveriam entre os partidos, numa total indiferença para com o povo, com os jovens

(grifos nossos)

Ou seja, o PT só tem como projeto político se manter no poder. Claro, quando dizemos isso somos truculentos, fanáticos, intolerantes e reacionários da “direita hidrófoba”. Mas aqui é o próprio Frei Betto, idealizador do “Fome Zero” (alguém lembra disso? a esquerda é mesmo um manancial de idéias furadas), quem sabe que tudo o que o PT faz, diz, aplica ou planeja tem apenas o fito de se manter no poder a qualquer custo.

Claro, é difícil ver um esquerdista falar sem soltar alguma asneira engraçada, ainda mais uma ex-liderança petista (e responsável, como o mundo dá voltas!, por colocar Joaquim Barbosa no STF mal tendo o conhecido). No caso, fiquemos com essa:

“Sou de uma geração que tinha 20 anos nos anos 60 e os nossos ídolos eram pessoas altruístas: Jesus, Francisco de AssisCheGandhiLuther King. E quem são hoje os ídolos da garotada? Sebastian VettelLady Gaga…”:

(grifos do original)

Realmente é um problema ser fã de Lady Gaga quando todo mundo sabe que a melhor cantora viva da atualidade continuará sendo Lisa Gerrard enquanto ela se mantiver viva. E qualquer pereba que não tirou nem licença B no Gran Turismo sabe que Sebastian Vettel só tem carro – Alonso, Räikkönen ou mesmo o Hamilton com a Red Bull faria o alemão júnior ficar no máximo em segundo lugar em toda corrida.

che guevara cristoMas… altruísta, Che Guevara?! Um cara capaz de matar quem pegasse um pedaço de pão a mais (e tem como ser diferente no socialismo, se a traição à sua cartela de bens é uma traição ao próprio sistema?), alguém que dizia que os negros não fizeram nada pela revolução, que eram preguiçosos, e que portanto não esperassem nada dela? Um cara que queimou livros, proibiu o rock – e até os cabelos compridos! – e resolveu se esconder com Fidel no abrigo nuclear da embaixada cubana quando estes provocaram a crise dos mísseis em 1962, sem perguntar se a população cubana, que ficaria fora do abrigo, iria gostar de tomar alguns mísseis nucleares no cocoruto?

Mas não é uma gracinha um “frei dominicano” (na verdade, não é mais frei, mas usa o epíteto assim mesmo) dizer que a juventude dos anos 60 era altruísta e gostava de Jesus e São Francisco de Assis?! A propósito, Luther King, ao contrário de Malcolm X, era um ferrenho adversário do comunismo – alguém que a geração de Frei Betto só conhecia de simbolismo e pelo “I have a dream…” sem saber mais lhufas sobre a sua biografia.

Para Betto, todos os problemas do país, até mesmo um jovem que não se levanta para uma velhinha no ônibus, são culpa dos “valores do capitalismo neoliberal”, como se o Frei soubesse o que é neoliberalismo (e como se esse modelo de não-capitalismo tivesse dado as caras por aqui). Não fica lá muito claro como as trocas livres do capitalismo, sem deverem zilhões em impostos, têm alguma coisa a ver com os péssimos gostos musicais e falta de educação de nossos jovens – ainda mais num país dominado, afinal, pela esquerda que Frei Betto ajudou a montar e colocar no poder.

Mas sabemos como são esquerdistas: se algo vai mal, mesmo depois de mais de uma década do seu partido no poder, a culpa é… de quem não está no poder. O pior é que Frei Betto, como todos os progressistas decepcionados com o PT, acredita que isso é algo ainda mais reprovável do que trocar um “projeto de Brasil por um projeto de poder”.

Afinal, quando foi a última vez que Frei Betto reclamou que Fidel e Raúl Castro trocaram um projeto de Cuba por um projeto de poder?

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 50% OFF (com desconto máximo de R$ 20) em 3 corridas.

22 Comentários

22 Comments

  1. Vinicius

    6 de dezembro de 2013 at 23:10

    Morgenstern, meus exames dizem que sou de esquerda (fui criado com livros do MEC na infância), mas como bom judeu helenizado gostaria de conhecer mais o outro lado da moeda e tal. Você poderia me indicar uns livros de Política/Economia da maledicência reacionária pra começar? Considerando que estou no começo e preciso ir devagar…

    • Flávio Morgenstern

      13 de dezembro de 2013 at 16:36

      Vinícius, comece sempre pelo livro “As Seis Lições”, de Mises. É curtíssimo, dá pra ler em uma hora. A melhor explicação sobre o que é liberalismo e suas vantagens para quem acabou de chegar. Também não deixe de conferir “Esquerda e Direita”, de Rothbard, que explica algumas coisas importantes (os libertários, por exemplo, nasceram contra “a direita”). Tente encontrar Conflito de Visões, de Thomas Sowell, que também é excelente para um bom começo.

  2. Bruno Sampaio

    3 de dezembro de 2013 at 20:59

    “Afinal, quando foi a última vez que Frei Betto reclamou que Fidel e Raúl Castro trocaram um projeto de Cuba por um projeto de poder?”
    Só essa frase vale o texto. Há quanto tempo mesmo os irmãos Castro estão no poder? Como vão os IDHs da vida por lá?
    Esse povo não aprende nunca!!!
    Parabéns, Flávio!

  3. WALDETE MILANEZ

    2 de dezembro de 2013 at 21:38

    O PT é um partido que pratica a “Autofagia”,e o tal frei está sendo jantado.

  4. Heimdall

    2 de dezembro de 2013 at 09:25

    Não me animo com essas críticas internas ao PT, como a que fez o Frei Betto. Essa é só uma face conhecida do processo revolucionário atual. Os esquerdistas chegam ao poder, fazem um monte de lambanças e provocam uma reação de crítica dos movimentos sociais. Estes últimos rompem com o partido da situação? Claro que não! Preferem continuar criticando o partido de dentro e dizendo que o futuro assegura a revolução perfeita. Ou seja, o futuro que nunca chega é onde está a revolução perfeita.

  5. rozicler

    1 de dezembro de 2013 at 23:20

    Desculpe Frei Beto mas quem tem Jesus como ídolo jamais faria apologia do comunismo como o senhor o fez.

  6. alexandre

    1 de dezembro de 2013 at 12:05

    Pesquisa datafolha mostra que 87% dos simpatizantes petistas apoiam a prisão dos mensaleiros. E agora ? Vai continuar chamando todos os petistas de ladrões ? Vai continuar criminalizando posturas políticas que são diferente de vc ? Criminalizar uma forma de pensar divergente tem nome : autoritarismo. Vc tem uma postura fascista.

    https://www1.folha.uol.com.br/poder/2013/12/1379018-acao-de-joaquim-para-prender-mensaleiros-no-feriado-e-aprovada-por-87-dos-adeptos-do-pt.shtml

    • Flávio Morgenstern

      2 de dezembro de 2013 at 14:00

      Mostre onde eu disse que todos os petistas e simpatizantes do PT (o que a sua pesquisa mostra) são ladrões e você ganha um Porsche zerinho. Já é a terceira vez que meu “fascismo” (é, EU que adoro tudo dentro do Estado, nada contra o Estado, né, gênio?) te oferece um prêmio só pra você provar as mentiras que profere e você, obviamente, vai dar um tempo e fingir que não usou, de novo, de difamação como meio. Você não tem outra opção: sua mente é inteiramente criminosa.

      • alexandre

        2 de dezembro de 2013 at 20:04

        Antes vc responde o comentário sobre o Sérgio Motta e o projeto de poder de 20 anos do PSDB. Senão é desonestidade intelectual da sua parte

      • Flávio Morgenstern

        5 de dezembro de 2013 at 17:17

        Todo projeto político é de longo prazo. TODO. Do contrário é agir por impulso. O que o PT fez foi um projeto totalitário para nunca sair do cargo. Desonestidade intelectual é querer comparar uma frase obviamente simples dessa com um partido que tem casos que vão de mensalão e Larry Rohter a Toffoli e Celso Daniel.

    • Diogo R Santos

      3 de dezembro de 2013 at 07:16

      Alexandre

      ô desonestidade a tua………….. eu te lanço outras perguntas – e a Carta Capital? E a imprensa chapa-branca? E os militantes mais frenéticos que acham que a Folha é de direita e simplesmente se recusariam terminantemente a dar qualquer tipo de entrevista? Este tipo de coisa você não pensa né cara??? Ah, mas como é de praxe do progressismo/esquerdismo, não há a capacidade de se ater a detalhes….

  7. Larry Mars

    1 de dezembro de 2013 at 10:42

    “A propósito, Luther King, ao contrário de Malcolm X, era um ferrenho adversário do comunismo – alguém que a geração de Frei Betto só conhecia de simbolismo e pelo “I have a dream…” sem saber mais lhufas sobre a sua biografia.”

    O texto é bom. O problema da imprensa mainstream de “Direita” é que até pra ser politicamente incorreta ela tem que ser politicamente correta e se ajoelhar diante dos ídolos de barro que a própria esquerda criou, como o COMUNISTA, plagiário e demagogo racial Michael King.

    https://retrogradolusofono.blogspot.com.br/2013/08/mitos-sobre-martins-luther-king.html

    • Flávio Morgenstern

      2 de dezembro de 2013 at 13:56

      Ninguém aqui babou ovo de Luther King. Apenas mostramos que ele, sim, foi adversário do comunismo – basta ver como rejeitou o PC desde sempre até a morte e era um protestante fervoroso.

    • Lancelot

      12 de dezembro de 2013 at 17:21

      Engraçado, Larry, que o texto que você linka aqui realmente traz um monte de acusações à King (muitas verídicas e bem documentadas mesmo, como a questão dele ser um adúltero confesso), mas em momento algum o autor afirma que MLK era comunista, assim como você o disse em caps lock.

  8. Helvio

    30 de novembro de 2013 at 19:17

    Lamentável é um país de pessoas idiotas e retardadas de educação como vc …

  9. danir

    30 de novembro de 2013 at 15:04

    Olá Flavio. Alguém ai sabe o que aconteceu com o Reacionária? Já fazem alguns dias que tento acessá-lo e não acontece nada. Seja pelo Google ou pela minha barra de favoritos. Se alguém souber o que aconteceu, gostaria de saber. Saudações

    • Flávio Morgenstern

      2 de dezembro de 2013 at 13:48

      Estranho, Danir, aqui está normalzinho. Abraço!

  10. danir

    30 de novembro de 2013 at 14:51

    Dizer que ele é um babaca, meu caro Rodrigues, é um engano. Pessoas como o Sr. Betto, são perigosas, por traz da aparência de um babaca, está um aliciador, firmemente engajado em uma causa justificada por uma ideologia assassina. Portanto, suas palavras são sempre perigosas e podem ecoar entre os verdadeiros babacas e os incautos de todas as cores e plumagens. No resto você está certo; ele e seus companheiros, não importando se estão todos perfeitamente afinados ou não, sempre desejam que suas assertivas e determinações sejam cegamente seguidas em nome da causa. O socialismo e seus filhos; comunismo, nazismo, fascismo, bolivarianismo e assemelhados, são produtos de mentes maléficas que desejam refrear nossa liberdade e que se alimentam do medo. São os verdadeiros vampiros. E a verdadeira estaca de madeira que os detém é a Democracia como sistema político e a coragem de confrontá-los como atitude individual. Saudações

    • Thiago

      3 de dezembro de 2013 at 02:22

      Po, tinha que ter o botão de curtir nos comentários!

      Excelente comentário, que “resumiu” muito bem alguns esquerdistas!

  11. Celeste carvalho

    30 de novembro de 2013 at 15:50

    So de mencionar sobre o assassino de Che Guevara, gostei muito!

  12. alexandre

    30 de novembro de 2013 at 10:03

    Mas o falecido ministro das comunicações do governo FHC, Sérgio Motta, disse que o PSDB tinha um projeto de poder de 20 anos. E sem contar que houve compra de votos para aprovar a emenda da reeleição. Qual a diferença entre os dois ?

  13. Rodrigues

    29 de novembro de 2013 at 23:19

    Esse daí é mais um babaca que não está satisfeito com o socialismo atual, quer mais e mais. Na verdade, quer que o mundo seja a projeção do que está em sua cabeça. Lamentável.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top