facebook
...
Blog

Governo condecora Pimentel, o palestrante “fantasma” acusado de tráfico de influência

Após Dilma manifestar publicamente que Pimentel não deveria prestar esclarecimentos sobre a suspeita de tráfico de influência, o governo federal decidiu agraciar o ministro do Desenvolvimento (!) com a Medalha Ordem do Mérito da Defesa.

Entre 2009 e 2010, Fernando Pimentel recebeu cerca de R$ 2 milhões em consultorias prestadas a empresas relacionadas com a prefeitura de Belo Horizonte. Na edição de ontem (15), o jornal O Globo publicou uma nova denúncia contra o ministro. Desta vez, suspeita-se que Pimentel tenha recebido pagamentos por palestras que não apresentou.

Abaixo reunimos uma síntese das informações publicadas na edição (16) de hoje da Folha de São Paulo:

Governo dá medalha a ministro sob suspeita

O governo federal ofereceu ontem a Medalha Ordem do Mérito da Defesa a 270 personalidades e oito instituições que tenham desempenhado com distinção suas atividades e contribuíram com a defesa do país.

Entre os agraciados está o ministro Fernando Pimentel (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior), alvo de suspeitas de tráfico de influência por conta da atividade de sua consultoria.

Também recebeu a comenda o presidente da CNI (Confederação Nacional da Indústria), Robson Andrade, que contratou a consultoria de Pimentel quando estava à frente da Fiemg (Federação das Indústrias de Minas Gerais).

O ministro está em viagem ao exterior e o presidente da confederação não compareceu ao evento.

CRITÉRIOS

Segundo a divulgação do Ministério da Defesa, os agraciados são personalidades que tenham se “distinguido no exercício da profissão, além de organizações militares e instituições civis que também tenham prestado relevantes serviços ao Ministério da Defesa e às Forças Armadas no desempenho de suas missões constitucionais”.

Íntegra aqui (para assinantes)

Pimentel e federação evitam falar sobre ‘palestras-fantasmas’

O ministro Fernando Pimentel (Desenvolvimento) e o ex-presidente da Fiemg (Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais) Robson de Andrade silenciaram diante de uma contradição apontada nos serviços prestados por uma empresa de consultoria de Pimentel à federação.

Na semana passada, Andrade afirmou que parte do R$ 1 milhão pago pela federação para Pimentel a título de consultoria foi para a realização de palestras dele em unidades regionais da Fiemg em Minas Gerais.

Segundo reportagem publicada ontem pelo jornal “O Globo”, porém, essas palestras nunca aconteceram.

O jornal publica declarações de representantes dessas unidades negando que Pimentel tenha dado qualquer palestra.

Procurado, Pimentel afirmou, via assessoria, que não comentaria a acusação de que teria recebido por ‘palestras-fantasmas’.

Íntegra aqui (para assinantes)

 

Comentário:

Essa não é a primeira vez – e pelo visto não será a última – que o governo concede honrarias a políticos enrolados em suspeitas de corrupção. Abaixo relembramos alguns dos agraciados:

 

05/09/2005 - Lula homenageia o deputado Severino Cavalcanti com a Ordem do Rio Branco. Severino foi acusado de receber "mensalinho" quando presidia a Câmara dos Deputados.

 

20/04/2010 - Erenice Guerra - denunciada por tráfico de influência - é condecorada com a Grã-Cruz da Ordem de Rio Branco

 

08/05/2011 - Indiciado no processo do mensalão, José Genoino recebe a "Medalha da Vitória"

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 50% OFF (com desconto máximo de R$ 20) em 3 corridas.

3 Comentários

3 Comments

  1. Heriberto Borges

    17 de dezembro de 2011 at 18:16

    Elles se adoram, uns condecoram os outros e assim vão se lambendo, esses mulambentos do PT, é uma vergonha essas condecorações, quanto maior o (***) maior é a condecoração;

  2. João

    16 de dezembro de 2011 at 10:16

    Piada pronta, condecoração por serviços não prestados. Ele ganha dinheiro por serviços não prestados, ganha prêmios por serviços não prestados. Nunca na história destepaiz alguém ganhou tanto por serviços não prestados.

  3. jose francisco santoro

    16 de dezembro de 2011 at 05:20

    Parece que a quadrilha de mensaleiros é muito maior do que parece.Aparentemente são todos do govêrno e da base governista.Com todos do lado dos bandidos,não sobra mocinho para engaiolar ninguém.Enquanto isso,nos Estados Unidos o governador Blagoyevich(não sei se está certo),em dois ou três anos,foi julgado e condenado a 14 anos de prisão por corrupção.Talvez seja êste o motivo de tanta raiva duzamericanu.Vergonha.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Recentes

To Top