facebook
...
Blog

Governo federal deve elevar em 7% preço da gasolina

Além do reajuste no preço, mistura com etanol deverá aumentar de 20% para 25%.

abastecendo

Notícia do Estadão:

O governo federal deve reajustar em 7% o preço do combustível. O óleo diesel também vai subir, mas em nível um pouco menor – entre 4% e 5%. A expectativa é a de que o anúncio seja feito na semana que vem. Para amenizar o impacto desse aumento e evitar uma piora nos índices de inflação, a equipe econômica estuda algumas medidas que poderão ser adotadas nos próximos meses.

Uma delas é o aumento da mistura de álcool anidro (etanol) na gasolina. O governo deve anunciar a elevação do teto da mistura, dos atuais 20% para 25%, com o reajuste dos combustíveis. Mas a elevação só deve ser efetivada quando a colheita de cana-de-açúcar estiver no auge, o que deve ocorrer no fim do primeiro semestre.

(…)

A decisão de conceder o reajuste na gasolina e no óleo diesel já está tomada no Ministério da Fazenda e recebeu o aval do Palácio do Planalto. Mas o ministro da Fazenda, Guido Mantega, que também é o presidente do Conselho de Administração da Petrobrás, só vai bater o martelo sobre o aumento e a fórmula que será adotada para amenizar esse repasse ao consumidor quando voltar das férias, na semana que vem.

(grifos nossos)

Leia mais aqui.

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 50% OFF (com desconto máximo de R$ 20) em 3 corridas.

4 Comentários

4 Comments

  1. kidjapa

    28 de janeiro de 2013 at 18:04

  2. mateus

    16 de janeiro de 2013 at 15:24

    aumenta a gasolina e o álcool vai aumentar junto e ficar nos 70% do preço, quer ver…

  3. Luis

    15 de janeiro de 2013 at 12:24

    Sr André

    Essa é uma medida estupida, isto sim. O preço está defasado porque o governo protela os aumentos reais do combustivel para fazer de conta que nao ha aumento, e tb de certa forma um malabarismo para conter a inflação, so que a petrobras nao ta mais dando conta, entao agora eles nao tem outro jeito a nao ser transferir ao consumidor o aumento, nos ja estamos pagando a defasagem, uma vez que a petrobras é publica, portanto é dinheiro do contribuinte que a mantém, alem dos ja conhecidos prejuizos dos ultimos anos, ainda tem essa defasagem que agente banca, e agora ainda por cima o aumento bas bombas..

    A medida para acabar com isso era muito simples, privatizar a petrobras, acabar com o monopolio, coisa mais atrasada uma empresa estatal desse tamanho centralizadora de decisao.

    Outra medida mais interessante seria cortar impostos dos combustiveis, em acordo com os estados. Assim como a energia isso é um assunto que ninguem toca. Cortar imposto ninguem quer nao é verdade..

    E vamos seguir com essa fantasia de petroleo é nosso. O petroleo é vosso, isso sim. Nao vemos a cor do dinheiro e ainda por cima pagamos mais caro por nao existir competitividade

    Essa é a hora ideal para se pensar na privatizacao desse elefante branco chamado petrobras

    Mas se nem os pseudosocialistas do psdb conseguiram fazer isso, apesar de terem tornado ela mais lucrativa ao menos, nao tiveram coragem de privatizar, esperar isso dos petralhas, é a mais alta utopia existente hoje em dia, esse governo comunistazinho de meia tigela que esta quebrando o país

  4. André Bastos

    15 de janeiro de 2013 at 11:17

    Essa é uma medida necessária. Se você olhar os últimos 10 anos, o preço da gasolina está muito defasado em relação à inflação geral. E o porcentual de consumo de etanol caiu muito o que é mais um sinal do “excesso de competitividade” da gasolina. Claro que, junto a tudo isso, temos uma Petrobras sucateada (porque é gerida politicamente e não economicamente) e um Lula mentiroso, que anunciou uma falsa auto-suficiência em petróleo, sem ter refinarias para processar.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top