facebook
...
Blog

Governo recorre a térmica movidas a gás transportado pela Argentina para evitar racionamento

usina-termoeletrica-uruguaiana

Informação do jornal O Estado de São Paulo:

O Ministério de Minas e Energia publicou no Diário Oficial da União desta segunda-feira reconhecimento para que a usina termelétrica AES Uruguaiana, no Rio de Grande do Sul, volte a operar utilizando combustível transportado por gasodutos da Argentina.

A usina, paralisada desde 2009 diante da suspensão do fornecimento de gás natural pela argentina YPF, recebeu renovação da licença de operação do Ibama no início de outubro.

Segundo a portaria assinada pelo ministro Edison Lobão, o ministério “reconhece a necessidade de geração de energia elétrica, de forma excepcional e temporária, na Central Geradora Termelétrica UTE Uruguaiana”, no Rio Grande do Sul.

A geração de eletricidade pela usina “será realizada por meio de suprimento de combustível transportado na malha de gasodutos da Argentina até a fronteira com o Brasil e a partir deste ponto até a UTE Uruguaiana”, acrescenta a portaria, sem informar quando a usina poderá voltar a operar.

(grifos nossos)

Leia a íntegra aqui.

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 50% OFF (com desconto máximo de R$ 20) em 3 corridas.

1 Comentário

1 Comment

  1. Marcos Jr.

    24 de dezembro de 2012 at 11:45

    Mas a culpa disso é sempre do FHC né Dilma?

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top