facebook
Blog

Guia de desmonte de acusação petista: o “desvio” que não houve

Na nova seção do Implicante, ajudamos a desmentir os boatos espalhados pela militância petista na internet

Iniciamos aqui mais uma seção Implicante: o desmonte de acusações petistas malucas. Aquele cara chato do DCE ou um petista maleta do seu facebook aparece com uma BOMBA e pede sua opinião… isso acontece sempre, certo? Estamos aqui para ajudar nessas horas.

Começamos com o boato – você já deve ter visto – de que teria havido um “desvio” de verba da saúde em Minas Gerais (não é por acaso o ataque: o objetivo dos militantes é atingir Aécio Neves).

Entenda os fatos da acusação: há um percentual legal que deve ser destinado à saúde, de modo que tal “desvio” seria quanto a um montante destinado ao SANEAMENTO BÁSICO – que, a rigor, nada mais é que um investimento em saúde! Nunca houve um centavo de dinheiro público que tivesse saído da esfera pública.

Assim, quando se deparar com a acusação, já transformada em corrente difamatória, apenas leia tudo e questione seu amiguinho petista sobre ONDE É QUE FOI APLICADA A GRANA, levando a informação de que cada real entrou para o Saneamento Básico.

Ele não saberá responder, mudará de assunto e talvez falará de futebol, entretenimento ou algum outro tema do tipo.

Para terminar, um estudo concreto: CADA DÓLAR INVESTIDO EM SANEAMENTO REPRESENTA CERCA DE CINCO DÓLARES ECONOMIZADOS EM GASTOS COM PROBLEMAS DE SAÚDE PÚBLICA. Tá aqui.

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 100% OFF (com desconto máximo de R$ 10) em até 2 corridas. Após ativado, o crédito terá validade de 30 dias.

4 Comentários

4 Comments

  1. Mulholland

    13 de agosto de 2013 at 19h21

    Sou mineiro e vou aprofundar só um pouco o post: por força constitucional (eu acho), os governos dos estados têm que aplicar x% em saúde. Em Minas Gerais, numa política de melhoria do saneamento básico, parte desse x% foi destinado à Copasa, empresa do Estado de Minas Gerais que distribui água, trata o esgoto e, enfim, cuida do saneamento básico no estado.

    Na visão dos acusadores, houve desvio e descumprimento da Constituição. Eles cobram a prova do investimento de x% do orçamento em saúde, mas se negam a ver que parte desses recursos foi investido em saneamento básico, ou se negam a ver que investimento em saneamento básico é investimento em saúde.

    Só isso. A acusação é só isso. Que grande bosta.

  2. Anderson

    13 de agosto de 2013 at 11h36

    Interessante.

  3. Maria Edi

    12 de agosto de 2013 at 17h27

    “Ele não saberá responder, mudará de assunto e talvez falará de futebol, entretenimento ou algum outro tema do tipo.” Ou vai chamá-lo de preconceituoso, proto-fascista e, sim, de tucanalha.

Deixe um comentário

Mais Lidas

To Top