facebook
Painel Implicante

Durante investigação da JBS, Aécio Neves e Gilmar Mendes trocaram 46 ligações no Whatsapp

Entre 16 de março e 13 de maio de 2017, Aécio Neves e Gilmar Mendes conversaram 46 vezes em ligações pelo Whatsapp, aplicativo imune grampos. O período coincide com os meses em que o mineiro era investigado por receber propina da JBS. A Polícia Federal, inclusive, levantou o número como resultado da operação Patmos.

Infelizmente não foi possível conhecer o conteúdo. Mas sabe-se que ao menos um dos contatos se deu na data em que o membro do STF decidiu a favor do senador, que se livrou de prestar um depoimento aos investigadores no dia seguinte.

A PF também grampeou o telefone do investigado, mas só conseguiu capturar uma ligação entre a dupla.

Mendes tem em suas mãos quatro inquéritos que atingem Aécio. Indicado ao cargo por FHC, é visto como um ministro que vive em sintonia com os interesses do PSDB. A descoberta em si não coloca em risco a vaga no Supremo, mas deveria servir para justificar a suspeição do juiz nas causas que atingem o tucano.

Mas Mendes, que já mandou a modéstia às favas, segue dando a mínima para o que a opinião pública possa pensar dele.

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 100% OFF (com desconto máximo de R$ 10) em até 2 corridas. Após ativado, o crédito terá validade de 30 dias.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Mais Lidas

To Top