Painel Implicante

Segundo assessoria, Jorge Picciani ameaçou dar um tiro na cara de Anthony Garotinho

22/11/2017 - Rio de Janeiro – O ex-governador Anthony Garotinho é levado preso por agentes da Polícia Federal, para o presídio em Benfica

Um dia antes de ser preso novamente, Garotinho “celebrou” a prisão do presidente da ALERJ

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Anthony Garotinho foi preso no 22 de novembro de 2017 por financiamento ilegal de campanha e cobrança de propina. Mas buscou evitar ir para a Penitenciária de Benfica, na zona norte do Rio, onde já se encontravam detidos outros nomes da política carioca. Para tanto, alegou que lá correria risco de ser morto por Jorge Picciani, presidente da Assembleia Legislativa, detido novamente na véspera.

A assessoria do ex-governador explicou o caso em nota. Um agente penitenciário o alertara de uma reunião entre Picciani e Sérgio Cabral. Deste papo, teria saído a afirmação de que o primeiro “iria dar um tiro na cara de Garotinho“.

Fica a dúvida, no entanto, se a defesa do marido de Rosinha Garotinha não estava apenas explorando uma “narrativa” para amolecer o coração de quem analisa-lhe o caso. De acordo com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária, a “integridade física dos internos do sistema penitenciário fluminense” está garantida.

Será que Picciani soube que, um dia antes de ser preso novamente, Anthony Garotinho “celebrou” a prisão do presidente da ALERJ?

Curtiu o texto? Gostaria de contribuir com o crowdfunding (financiamento coletivo) do autor? Basta clicar aqui e seguir as instruções.

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 100% OFF (com desconto máximo de R$ 10) em até 2 corridas. Após ativado, o crédito terá validade de 30 dias.

Mais Lidas

Política & Implicância.

© 2011 implicante.org - Todos os Direitos Reservados

To Top