facebook
...
Blog

Líder da PM baiana diz que Jacques Wagner participava de esquema para financiar greves

A notícia publicada no jornal O Globo não chega a causar surpresa. De qualquer forma, registramos a declaração do líder grevista da PMs baiana sobre a atividade pregressa do governador Jacques Wagner.

SALVADOR – Apontado como líder da greve dos PMs baianos, o presidente da Associação de Policiais, Bombeiros e seus Familiares da Bahia (Aspra), soldado Marco Prisco, disse que o governador Jacques Wagner, quando ainda era deputado federal, participou com outros parlamentares do PT e de partidos da base do esquema de financiamento da paralisação dos policiais militares do estado em 2001. Ele acrescentou que o Sindicato dos Químicos e Petroleiros da Bahia, que tinha na direção o atual presidente da Petrobras, Sergio Gabrielli, alugou e cedeu, na época, seis carros para garantir a greve na Bahia, onde diz que foi perseguido e ameaçado de prisão pelo então governador carlista Cesar Borges.

– O motorista que me levou para Brasília era um funcionário do sindicato, Nelson Souto. Na capital, foi recebido pelo então senador petista Cristóvam Buarque – disse.

Prisco disse que, além de Jacques Wagnes, teriam apoiado e contribuído para a greve de 2001 os parlamentares Nelson Pellegrino (PT), Moema Gramacho (PT), Lídice da Mata (PSB), Alceu Portugal (PCdoB), Daniel Almeida (PCdoB) e Eliel Santana (PSC). Segundo ele, a ajuda garantiu a estrutura necessária ao movimento, incluindo o fornecimento de alimentação para os grevistas.

Link da notícia aqui.

Comentário:

É isso. O partido que sempre apostou na baderna quando oposição, não consegue contornar a situação quando se torna governo.

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 50% OFF (com desconto máximo de R$ 20) em 3 corridas.

14 Comentários

14 Comments

  1. Pedro

    9 de fevereiro de 2012 at 15:28

    Alexandre, o apedeuta anão, adora ser esculachado aqui!

    Seria adepto do masoquismo?
    Creio que sim…

  2. bruno

    9 de fevereiro de 2012 at 08:47

    Este alexandre é um idiota ou um inocente útil a serviço do PT e sua (***)?

  3. Thiago

    8 de fevereiro de 2012 at 11:38

    O Sandro P falou uma verdade! Eu entro aqui para me informar e para ler os comentários do alexandre! É minha dose diária de humor, quando ele comenta algo por aqui…

  4. Sandro P

    6 de fevereiro de 2012 at 12:02

    Cara, esse Alexandre é demais. Sempre leio todos os comentários só para não perder o que ele posta.
    Cuidado, Gravata, vai chegar a hora que vocês terão que pagar a ele para que continue comentando, pois nós leitores só continuaremos acessando o “Implicante” se houver comentário dele.
    Alexandre! Alexandre! Alexandre!

  5. Airton

    6 de fevereiro de 2012 at 11:20

    Pensamento que mostra bem o que é um petista :
    “alexandre :Pois é : e agora quem aposta na baderna é a oposição. Fla x flu sem fim na nossa política”
    Só faltou escrever que o PIG quer derrubar a Dilma .
    Ele já poderia ter um blog financiado pelo governo federal , e aproveitando a época ( carnaval ) levar um patrocínio do governo do RJ ( vem ai a greve dos bombeiros e policiais ) e da Bahia.

  6. alexandre

    5 de fevereiro de 2012 at 21:57

    Vc esqueceu de mencionar que o líder da greve é do PSDB. Memória seletiva ?

    • Implicante

      6 de fevereiro de 2012 at 10:37

      Ele já afirmou que pretende se desfiliar porque o partido não apóia o movimento grevista. O movimento não teve o apoio de nenhum integrante do PSDB, muito menos do partido – ao contrário dos petistas de outrora na mesma Bahia.

  7. GERSON

    5 de fevereiro de 2012 at 21:41

    SR JACES WAGNER, CD A DEMOCRACIA COM OS TRABALHADORES, QUEM TE VIU E QUEM TE VE, FORA, PEDE PARA SAIR, AS RESPOSTAS SERÃO DADA NAS URNAS. O POVO BAIANO NÃO É BESTA, CARIOCA.

  8. joão edison

    5 de fevereiro de 2012 at 21:28

    QUE VERGONHA SR GOVERNADOR, OS POLICIAIS SÃO PAIS DE FAMILIA E SÓ QUEREM O QUE MERECEM, QUE TRISTESA.

  9. Edmar

    5 de fevereiro de 2012 at 17:42

    pt e afins (pstu, etc) estão somente experimentando o proprio veneno.

  10. Thiago

    5 de fevereiro de 2012 at 16:26

    O partido “dos trabalhadores” só sabe incitar revolta, bagunça e afins! Nunca conseguiu controlar algo… ai quando precisa, não sabe fazer! Pois nunca fez e nunca vai fazer! É mais fácil “bater de volta”…

  11. Airton

    5 de fevereiro de 2012 at 14:11

    Unindo a isto :
    Lula acusou o governo da Bahia de ter provocado saques, arrastões e outros formas de violência, durante a greve da Polícia Militar, para que os líderes do movimento suspendessem a paralisação. “Acho que, no caso da Bahia, o próprio governo articulou os chamados arrastões para criar pânico na sociedade. Veja, o que o governo tentou vender? A impressão que passava era de que, se não houvesse policial na rua, todo o baiano era bandido”. Segundo o chefe do PT, nenhuma greve pode ser considerada ilegal. “‘A Polícia Militar pode fazer greve”, afirmou. “Minha tese é de que todas as categorias de trabalhadores que são consideradas atividades essenciais só podem ser proibidas de fazer greve se tiverem também salário essencial. Se considero a atividade essencial, mas pago salário micho, esse cidadão tem direito a fazer greve. Na Suécia, até o Exército pode fazer greve fora da época de guerra.”

    O parágrafo acima foi extraído sem retoques de uma reportagem publicada em 26 de julho de 2001 pela Agência Folha, quando o oportunista irresponsável visitou a cidade gaúcha de Santa Maria. Entrevistado pelos jornalistas Luiz Francisco e Léo Gerchmann, fez declarações que não perdem o prazo de validade. Se valiam para o então governador César Borges, então no PFL, valem para o companheiro Jaques Wagner. É ele o culpado por tudo. Pelo menos na opinião de Lula.

    Retirado do blog do Augusto Nunes

    se tem a real visão do que é um petista.

  12. tia Dora

    5 de fevereiro de 2012 at 11:15

    pimenta no rabo dos outros é refresco né PT ? Parabéns governador ,pelas mais de 70 mortes.

  13. alexandre

    5 de fevereiro de 2012 at 06:50

    Pois é : e agora quem aposta na baderna é a oposição. Fla x flu sem fim na nossa política

    (Gravz: Pelo que tenho acompanhado – e me corrija se tiver aí alguma outra informação – é o PSOL, hoje, que apóia a greve. Mais ninguém. Porque é preciso um grau ABSURDO de estupidez para apoiar uma GREVE DE PM. A parte curiosa é que o PT não apenas apoiou, mas ajudou a financiar… isso em 2001. Criou jacaré debaixo da cama)

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Recentes

To Top