Brasil

Lula defendeu a aliança com Renan explorando o mesmo argumento utilizado com Temer em 2014

Sem perceber, Lula confirmou em entrevista trecho delatado por João Santana à Lava Jato

Foto: Ricardo Stuckert

No “Termo de Colaboração 9”, João Santana revelou à Lava Jato detalhes das negociações que antecederam a primeira eleição de Dilma Rousseff. De acordo com o marqueteiro do PT, o partido cogitava nomes como José Alencar, Henrique Meirelles e Nelson Jobim para vaga de vice-presidente na chapa. Mas o PMDB, ainda que com demandas abusivas, oferecia em troca quase três minutos de horário eleitoral por edição. Na ocasião, o então presidente Lula não resistiu à tentação e concordou com a nomeação de Michel Temer.

Em descarada campanha antecipada pelo Nordeste, o ex-presidente foi questionado se havia algum arrependimento pela articulação para colocar Temer no Palácio do Jaburu. Na resposta, sem aparente hesitação, Lula confirmou o trecho delatado por Santana:

Em 2010, a aliança era importante por tempo de televisão. Em 2014 já não era tão importante colocar o Temer como vice do ponto de vista eleitoral, mas era do ponto de vista da governabilidade.

Dias antes, ainda na referida agenda pelo Nordeste, Lula usou argumento semelhante a este para defender o apoio que recebia de Renan Calheiros, membro do mesmo PMDB que fora cansativamente chamado de golpista pelo petismo.

Eu estou convencido que a aliança política continua necessária. O Renan pode ter todos os defeitos, mas me ajudou a governar esse país.”

Mesmo reconhecendo que há defeitos gritantes no senador peemedebista, Lula aceitou a aliança em benefício da governabilidade, ou o mesmo argumento utilizado para justificar o acordo com Michel Temer, que o petista ainda chama de golpista.

Se o esquerdista não faz a menor questão de aprender com os próprios equívocos, que o eleitor absorva a lição e evite repetir o erro em 2018.

Curtiu o texto? Siga o autor no Twitter ou Facebook, ou contribua com o crowdfunding (financiamento coletivo) dele clicando aqui e seguindo as instruções.
Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 100% OFF (com desconto máximo de R$ 10) em até 2 corridas. Após ativado, o crédito terá validade de 30 dias.

Mais Lidas

Política & Implicância.

© 2011 implicante.org - Todos os Direitos Reservados

Para o Início