Brasil

Lula: lutava contra a reforma previdenciária, investia R$ 9 milhões na previdência privada

O aporte milionário na previdência de Lula foi feito em um único dia de 2014 justo pelo Instituto Lula

Foto: Ricardo Stuckert

Em 15 de março de 2017, a esquerda brasileira organizou mais um de seus protestos. Na pauta, gritava contra as reformas trabalhistas e previdenciárias tocadas pelo governo Temer. Em especial, a segunda. Tanto que a maior atração a data, o ex-presidente Lula, nem citava a primeira em seu perfil no Twitter.

Com os avanços da operação Lava Jato, Lula foi condenado por Sérgio Moro. E, em resposta a pedidos do Ministério Público Federal, teve bens bloqueados. Dentre eles, duas previdências privadas que somavam R$ 9 milhões.

Curiosamente, o aporte para esta conta foi feito em um único dia, em 6 de junho de 2014. E partiu justo do Instituto Lula, que em maio passado chegou a ser suspendido pela Justiça devido às suspeitas de lavagem de dinheiro.

Merece destaque ainda que, enquanto lutava contra a reforma previdenciária, tido por tantos especialistas como vital para o futuro do povo brasileiro, Lula garantia o próprio futuro com uma previdência privada. Dois dias antes desta ser bloqueada pela Justiça, o petista usou novamente o Twitter para refutar a ideia de que, diante das alternativas privadas, o serviço público não presta.

É, para dizer o mínimo, incoerente.

Curtiu o texto? Siga o autor no Twitter ou Facebook, ou contribua com o crowdfunding (financiamento coletivo) dele clicando aqui e seguindo as instruções.
Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 100% OFF (com desconto máximo de R$ 10) em até 2 corridas. Após ativado, o crédito terá validade de 30 dias.

Mais Lidas

Política & Implicância.

© 2011 implicante.org - Todos os Direitos Reservados

Para o Início