facebook
...
Blog

Menos Amor em SP: Subprefeito de Haddad adota “tolerância zero” com morador de rua na Zona Leste

Operação de limpeza urbana na Mooca é acusada de “higienista” pelo vigário Lancelotti; Em campanha, prefeito prometia o fim da “repressão” aos moradores de rua

haddad

Matéria do Estadão:

Barracas nas ruas, colchões sobre as calçadas, fogueirinhas para refeições e moradias provisórias. Nada disso mais é admitido nas ruas da Mooca e do Brás, na zona leste de São Paulo, onde as autoridades declararam “tolerância zero” a crime, lixo e moradores de rua.

O termo foi escolhido pelo capitão Aldrin Córpas, da Polícia Militar, para as operações que passou a fazer em apoio aos trabalhos de limpeza urbana da Subprefeitura da Mooca. Ele ainda postou fotos do “tolerância zero da Mooca” no Facebook, pedindo apoio da população.

A forma como as autoridades estão desempenhando a tarefa, contudo, causou polêmica. Parte dos moradores aplaude o trabalho da Prefeitura e da PM, como mostram as mensagens que Córpas recebeu em sua página pessoal na rede social.

Outros criticam a truculência das operações. O padre Julio Lancellotti, Vigário para o Povo da Rua, também protestou pela maneira como as abordagens estão sendo feitas. Documentos e pertences pessoais são levados, como o de uma moradora de rua que teve levada a bolsa com a última foto que tinha da mãe. “É uma antiga visão higienista da sociedade, que permanece”, diz.

Eliana Andreassa, de 37 anos, é uma das moradoras dos arredores do Viaduto Bresser que perdeu documentos nas abordagens municipais.

Ela chegou a São Paulo faz três meses, vinda de Dois Córregos, no interior do Estado. “Eles disseram que era para recolher meus objetos pessoais. Corri, mas não deu tempo de pegar a minha bolsa com meus documentos. Agora, preciso retirar os documentos para ir embora para casa”, disse.

‘Problema social’. O subprefeito da Mooca, Francisco Carlos Ricardo, afirma que realmente intensificou a operação de limpeza urbana. De acordo com os números da subprefeitura da Mooca, existem 71 vagas fixas em equipamentos para moradores de rua na região. O subprefeito diz que suas operações são de limpeza urbana e que não buscam atingir os moradores de rua. “É um problema social e eles devem ser encaminhados aos serviços sociais do Município”, diz o subprefeito, que não sabia que a PM do bairro denominava a operação como tolerância zero.

A PM disse que não iria se manifestar porque agiu em apoio à subprefeitura. O capitão Aldrin também não falou. Depois de procurado, ele retirou de sua página pessoal as informações sobre o tolerância zero.

(grifos nossos)

Comentário

Agora vejam que gracinha o vídeo da campanha de Haddad – aquela do “mais amor em SP” – em defesa dos moradores de rua:

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=1Q5mEGg9594[/youtube]

(Vídeo retirado daqui.)

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 50% OFF (com desconto máximo de R$ 20) em 3 corridas.

10 Comentários

10 Comments

  1. 18 de abril de 2013 at 10:51

    Não vai rolar um churrasco da “gente diferenciada” agora??
    Os barbudinhos de higienópolis, pinheiros e vila madalena não vão fazer nada??

    ahh me esqueci…eles estão preocupados com o Feliciano…

  2. João 77BM

    17 de abril de 2013 at 21:42

    A operação chegou ao Belém também, né?
    Aquele maluco do megafone, que disse que O Implicante “beira a criminalidade” e se declara morador de lá, não
    denunciou o “massacre” no blog da (risos) “cidadania” dele, muito menos convocou algum “churrascão de gente diferenciada” para lá. Está muito ocupando babando criminosos de fato e a-do-ran-do o prefeitinho dele e doidinho para promover um “higienismo” na impr.. ops, mídia

  3. Mulholland

    15 de abril de 2013 at 11:18

    Morador de rua não está na rua “só porque não tem emprego”. O problema não é unicamente econômico, mas a esquerdopatia não consegue entendê-lo para além disso.

    Enfim, bem que poderiam higienizar essa cambada de manifestante que não fez e não faz absolutamente nada para resolver o problema que tanto denunciam.

    E a parte que eles culpam a classe média foi clássica.

  4. Adam Smith

    13 de abril de 2013 at 12:49

    Seja quem for, esta na hora de tirar essa gente da rua. Moro no belem, esta cheio de vagabundos, drogados, pessoas que nao querem ser ajudadas, uma boa parcela de vadios que se furtam ao trabalho. Na praca onde moro, nao e incomum receberem ate 4 refeicoes nos domingos.
    Ja vi pessoas darem ate dinheiro e pinga pros mendigos. Tudo isso ao lado do padre lancelloti.

    Agora convido a qualquer um a ir a paroquia do sr. Julio Lanceloti no domingo: fica a pouco mais de 100 metros de uma concentracao de drogados no viaduto guadalahara. La na missa, ele so recebe pessoas com dinheiro, gente que vem so de carro importado. Ja vi morador de rua tentando entrar na missa e sendo rapidamente “convidado” a se retirar pelas “obreiras” do padre, nao raro, ate mesmo com distribuicao de esmola pra que o “inconveniente” va beber pinga e saia da missa, afinal estao la dentro discutindo “como ajudar o povo necessitado de rua”.

    Enquanto isso, vagabundo queimando fio na frente da minha casa. Roubando carro. Vendendo crack.

  5. maria saparowa

    11 de abril de 2013 at 21:33

    Minha irmã me contou que estava num ônibus e escutou um velhinho falando sozinho,ele enumerava umas falcatruas dos petralhas e no final dizia assim: Eu não votei neles não mas tem gente que voooota…
    Pois é:eu também não votei neles não.

  6. Airton

    11 de abril de 2013 at 12:19

    Ele deveria chamar o Lula para dar uma palestra a estes moradores de rua . Se o Lula tem idéias brilhantes que são doadas a empresários , por que não doá-las aos sem teto e torná-los novos Lulas , Haddads , Dilmas e Eikes ?

  7. danir

    11 de abril de 2013 at 11:52

    Vocês votaram nele; agora aguentem.

    • Airton

      11 de abril de 2013 at 18:49

      Morador de rua vota ?
      Eles são massa de manobra isto sim . Serviram para o Haddad e os petistas de modo geral para se fazer criticas a administração do Kassab ( o pior prefeito de SP , e que acaba que ganhar uma secretaria no governo Dilma . Se ele ruim como prefeito , o que será da secretária ? ).

  8. Marcos Jr.

    11 de abril de 2013 at 11:46

    Haddad virou protofascista agora?

    • Caio

      14 de abril de 2013 at 20:29

      Agora?

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top