facebook
Painel Implicante

Janot concluiu que a quadrilha do PMDB no Senado formou-se na eleição de Lula

Edison Lobão, Jader Barbalho, Renan Calheiros, Romero Jucá, Valdir Raupp, José Sarney e Sérgio Machado. Segundo Rodrigo Janot, todos estes (ex-)parlamentares compunham um organização criminosa que, dentro do Senado, lesou o povo brasileiro em absurdos R$ 5,6 bilhões. Mesmo integrando a cúpula do PMDB, o PGR observou a relação íntima que mantinham com o PT. Em especial, com a chegada do partido à Presidência da República.

De acordo com Janot, o nascimento desta facção se deu na primeira eleição de Lula, com o objetivo de financiar-lhe a campanha vencedora.

A organização criminosa objeto da investigação no âmbito da Operação Lava Jato é aquela constituída em 2002 para a eleição do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva à Presidência da República, quando integrantes do PT se uniram inicialmente a grupos econômicos com objetivo de financiar a campanha de Lula em troca do compromisso assumido, pelo então candidato e por membros da sua futura equipe, de atender interesses privados daqueles conglomereados. Com isso, Lula foi eleito e a organização criminosa cresceu após sua posse, quando então se estruturou um modus operandi de cobrar vantagens indevidas em diversos órgãos, empresas públicas e sociedades de economia mista controladas pela União, a partir da negociação com empresas que tinham interesses em negócios no âmbito do governo federal.”

Para a operação Lava Jato, não havia uma única organização criminosa, mas toda uma associação delas, dividias especialmente nos partidos que compunham a base dos governos Lula, Dilma e, agora, Temer.

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 100% OFF (com desconto máximo de R$ 10) em até 2 corridas. Após ativado, o crédito terá validade de 30 dias.

Mais Lidas

To Top