facebook
Brasil

Para procurador da Lava Jato, Lula estava no ápice da organização criminosa do governo do PT

Segundo Carlos Lima, a Lava Jato luta contra uma “confederação de organizações criminosas”

Foto: Acervo pessoal

Há quem considere Carlos Fernando dos Santos Lima o principal cérebro da força-tarefa da Lava Jato. Menos midiático que Deltan Dallagnol, costuma se pronunciar de maneira mais discreta, em especial, pelo perfil que mantém no Facebook. No inverno de 2017, o procurador assumiu a missão de explicar a complexidade das organizações criminosas brasileira, algo que nem o texto da lei parece compreender.

Como bem detalhou, não há uma “máfia brasileira” única, assim como não havia a italiana. Na Europa, ela se subdividia em fações como a calabresa Ndrangheta, a napolitana Camorra, ou a Cosa siciliana costa Nostra. Uma diferença é que, se na Itália dividiam territórios, no Brasil dividem órgãos públicos.

“Essas organizações funcionam autonomamente, buscando os seus próprios interesses. Mas aglutinam-se em torno de um interesse comum, formando uma confederação de organizações criminosas, coordenadas entre si.”

Ao exemplificar como mesmo entre as organizações há uma hierarquia, lembrou a relação entre PP e PT. Por mais que o Partido Progressista fosse enquadrado como uma quadrilha própria, ela se submetia à maior, no caso, à do Partido dos Trabalhadores:

Há diversos líderes, portanto, de organizações criminosas, podendo encontrar-se subordinação entre um líder de uma organização à outra maior. Assim, por exemplo, Alberto Youssef tinha sua própria organização criminosa, com objetivos, permanência e pessoal. Entretanto, essa organização prestava serviço de lavagem de dinheiro àquela do Partido Progressista essencialmente, mas também eventual serviço para as organizações criminosas das empreiteiras. Assim, Alberto Youssef era sob um aspecto líder, mas sob outro, subordinado. Mas a própria organização criminosa dentro do Partido Progressista era subordinada a outra maior, dentro do governo do PT, cujo ápice estava o ex-presidente Lula.”

Para Santos Lima, o sucesso da Lava Jato estaria na estratégia de atacar primeiro a base da pirâmide, e trabalhar para que os primeiros peixes entregassem os peixes maiores até que o topo fosse atingido.

Fonte: Carlos Fernando dos Santos Lima

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 100% OFF (com desconto máximo de R$ 10) em até 2 corridas. Após ativado, o crédito terá validade de 30 dias.

Mais Lidas

To Top