facebook
...
Blog

Petrobras é a segunda petrolífera mais desvalorizada do mundo

Companhia só perde para estatal russa envolvida em escândalo de corrupção

logo_petrobras

Informação do jornal O Globo:

RIO — A Petrobras tornou-se na semana passada a segunda petroleira mais desvalorizada do mundo, numa lista que inclui as 50 maiores empresas de petróleo e gás integrados. A estatal brasileira aparece nesse ranking à frente apenas da russa Gazprom, que enfrentou uma série de crises por corrupção nos últimos anos. O critério de desvalorização, neste caso, significa que o valor de mercado é inferior ao valor patrimonial da empresa. Ou seja, os investidores estão dispostos a pagar pelas ações da Petrobras um preço menor que o total de ativos da companhia — como reservas de petróleo, dinheiro em caixa, refinarias e plataformas. Esse “desconto” exigido pelo mercado era de 34% na sexta-feira, segundo dados da Bloomberg News. Para analistas, o número revela a desconfiança com o futuro da empresa, após decepções com o reajuste de preços dos combustíveis, a queda da sua lucratividade e as mudanças na política de dividendos (os lucros pagos aos acionistas).

— O desconto mostra que o mercado não acredita que as operações da Petrobras serão suficientes para gerar um resultado capaz de manter o atual patrimônio da empresa — diz Hersz Ferman, gestor de renda variável da Yield Capital. — Essa diferença poderia ser reduzida se a empresa conseguisse novos reajustes de combustíveis, o que dependeria de uma trégua da inflação. Mas apostar nisso é futurologia.

Na segunda-feira passada, a Petrobras divulgou um lucro líquido de R$ 21,18 bilhões em 2012, queda de 33% em relação ao ano anterior. Com isso, as ações ordinárias (ON, com voto) da Petrobras passaram a acumular uma perda de 16,16% no ano, e as preferenciais (PN, sem voto), de 9,84%.

Dividendos caem pela metade

E como se não bastassem as fortes quedas das ações da Petrobras, a empresa anunciou na última terça-feira uma polêmica mudança na forma como distribui os lucros aos seus acionistas, os chamados dividendos. Quem tem papéis ordinários vai receber apenas R$ 0,47 por ação referente ao exercício de 2012, o menor valor em pelo menos oito anos, e bem abaixo dos R$ 0,92 pagos de 2011. Isso equivale a um retorno anual dos dividendos de 2,8%, ante 3,75% no ano passado. Essa perda de rentabilidade representa dois meses de ganhos da caderneta de poupança. Segundo especialistas, para quem busca nos dividendos uma renda periódica, os papéis ordinários da Petrobras ficaram pouco atraentes.

Simulações feitas por especialistas mostram que um pequeno investidor que tenha 500 ações ordinárias da petroleira em carteira, o equivalente a R$ 8.500 pelo atual preço do papel na Bolsa, vai receber neste ano R$ 141 em dividendos, uma queda de 48,9% em relação aos R$ 276 do ano passado. Esses são valores brutos, antes do desconto de 15% do Imposto de Renda (IR).

(grifos nossos)

Leia mais aqui.

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 50% OFF (com desconto máximo de R$ 20) em 3 corridas.

4 Comentários

4 Comments

  1. Nivaldo

    13 de fevereiro de 2013 at 12:39

    Como é doce a ilusão da midia brasileira ao praticar o terrorismo economico em seu país, afim de favorecer os investidores estrangeiros, pricipalmente os ingleses.
    A petrobras é uma empresa forte, não posso afirmar que nunca quebrará, porém não cabe no contesto atual espalha falsos boatos sobre a mesma, uma vez que a empresa está no momento se preparando para maiores saltos, e como na fisica, para se alcançar maior altura em seu salto é necessario fexionar se bem, ou seja, retrair economicamente uma vez que são investimentos de longo prazo.

    • Alcir José

      17 de fevereiro de 2013 at 09:58

      Nivaldo, explique melhor. Vc por acaso é funcionário? Tem conhecimento de algo que nos foge a compreenção? Pelo que tenho visto, quase tudo na PeTrobras é tercerizado, pagando fortunas.

    • João Carlos

      18 de fevereiro de 2013 at 11:44

      O que são ‘falsos boatos’ ? Uma queda de 33% nos lucros aferida em balanço anual é um falso boato? Acho que precisas menos de explicações de Mecânica básica e mais de Econometria…

  2. josé F. de Camargo

    11 de fevereiro de 2013 at 16:46

    E eu que acreditei (apesar de não acreditar nos petistas) que eles não interfeririam na administração da Petrobrás! Doce ilusão!

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top