facebook
...
Blog

Paulo Henrique Amorim: MAIS UMA indenização, agora por ofensas racistas

Ex-jornalista já foi condenado a pagar R$ 400 mil e segue desrespeitando a Justiça

Alguns meses depois de ser condenado por ter chamado de racista o jornalista Ali Kamel, diretor da Central Globo de Jornalismo, o apresentador da TV Record fez acordo em outro processo onde era réu por ofensas racistas e terá de pagar R$ 30 mil ao jornalista Heraldo Pereira, também da TV Globo. Leiam a nota do Consultor Jurídico, voltamos em seguida:

O blogueiro Paulo Henrique Amorim tem duas semanas para publicar em dois jornais, Folha de S.Paulo e Correio Braziliense, um pedido de desculpas ao jornalista Heraldo Pereira, da TV Globo, por ofensas racistas. A reparação já deveria ter sido publicada no blog de Amorim na segunda-feira (20/2), mas até a manhã desta quinta-feira a obrigação foi ignorada.

Amorim aceitou fazer acordo por temer punição mais grave. Ele concordou pagar R$ 30 mil, que Heraldo Pereira decidiu doar a uma instituição de caridade; retirar do blog os textos ofensivos; remeter a retratação a todos os sites e blogs associados a Amorim; e, se a retratação nos dois jornais impressos não for publicada no prazo combinado, aceitar a punição em dobro. O acordo, assinado pelas partes e seus advogados, homologado como sentença pelo juiz, tem força de decisão definitiva. (Clique aqui para ler a ata da audiência)

Heraldo processa Amorim também no campo criminal, pelas mesmas razões. Em decisão interlocutória, o juiz Márcio Evangelista Ferreira da Silva antecipou que, na fase em que se encontra o caso, falta apenas definir se Amorim praticou um ato de racismo ou de injúria racial. (Clique aqui para ver o andamento do processo)

Não é a primeira vez que Amorim desobedece decisão judicial. No ano passado, a desembargadora Vera Maria Van Hombeeck, do Rio de Janeiro, determinou que o blogueiro identificasse os e-mails e IPs dos comentaristas apócrifos que fazem graves ofensas a terceiros. Na ação ajuizada pelo Opportunitty, acusava-se o blogueiro de criar comentários artificiais atribuídos a falsos anônimos. Estabeleceu-se multa de R$ 10 mil por dia (clique aqui para ler a decisão). Quando a multa atingiu a casa de R$ 1 milhão, a desembargadora resolveu recuar para não ver sua decisão desmoralizada.

Campeão de audiências
Todos os processos em que Amorim está envolvido relacionam-se à disputa comercial pela Brasil Telecom. No Supremo Tribunal Federal, Amorim responde a inquérito, junto com o empresário Luís Roberto Demarco, por corrupção ativa. A investigação apura se os empresários patrocinaram a operação satiagraha. Os ex-delegados Paulo Lacerda e Protógenes Queiroz são investigados por corrupção passiva, prevaricação e interceptação telefônica ilegal.

Paulo Henrique Amorim já foi condenado a pagar R$ 30 mil ao empresário Paulo Preto (também por ofensa racial); R$ 100 mil ao advogado Nélio Machado; R$ 200 mil ao banqueiro Daniel Dantas; R$ 30 mil ao jornalista Ali Kamel; R$ 20 mil ao jornalista Fausto Macedo; além de ter feito retratações públicas por ofensas feitas ao jornalista Boris Casoy e ao advogado Alberto Zacharias Toron.

Ele está sendo processado também pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes (clique aqui para ler a inicial do processo); pelos empresários Carlos Jereissati, Naji Nahas e Sérgio Andrade; e pelo ex-governador José Serra. Alguns dos processos foram encerrados, como o que o ex-presidente Lula entrou contra a TV Bandeirantes, por Amorim tê-lo chamado de desonesto (antes de ser eleito presidente) e a ação do Ministério Público Eleitoral por adulação à então candidata Dilma Rousseff, na última campanha eleitoral.

Em seu blog, Amorim publica “alguns movimentos processuais” dos quais, afirma: “Até agora não perdi um”. E relaciona o que ele chama de “vitórias” contra os empresários Carlos Di Genio, Daniel Dantas, o ministro Gilmar Mendes e o senador Heráclito Fortes. No caso de Ali Kamel, relaciona-se decisão posteriormente revertida como vitória. Em relação ao ministro Gilmar Mendes, a referência é à ação penal sugerida ao Ministério Público Federal de São Paulo, em que a procuradora Adriana Scordamaglia considerou não existir ofensa na afirmação do blogueiro, de que Gilmar Mendes transformou o STF em um “balcão de negócios para venda de sentenças”.

No texto que terá de publicar nos jornais Correio Braziliense e Folha de S.Paulo, nos cadernos de política, economia ou variedades, sob o título “RETRATAÇÃO DE PAULO HENRIQUE AMORIM CONCERNENTE À AÇÃO 2010.01.1.043464-9” (em caixa alta), Amorim vai declarar “que reconhece Heraldo Pereira como jornalista de mérito e ético; que Heraldo Pereira nunca foi empregado de Gilmar Mendes; que apesar de convidado pelo Supremo Tribunal Federal, Heraldo Pereira não aceitou participar do Conselho Estratégico da TV Justiça; que, como repórter, Heraldo Pereira não é e nunca foi submisso a quaisquer autoridades; que o jornalista Heraldo Pereira não faz bico na Globo, mas é empregado de destaque da Rede Globo; que a expressão ‘negro de alma branca’ foi dita num momento de infelicidade, do qual se retrata, e não quis ofender a moral do jornalista Heraldo Pereira ou atingir a conotação de ‘racismo’”.

(grifos nossos)

Comentário

Paulo Henrique Amorim apresenta o “Fantástico genérico” da Record, emissora que tem a Igreja Universal como acionista. No tal “Domingo Espetacular” é comum xingarem a Globo; em seu blog e diuturnamente, PHA dispara contra a emissora “inimiga” da Record. É do jogo? Depende de qual, pois não faz muito sentido. Mas daí a usar expressões como “negro de alma branca”, convenhamos, é passar um bocado de qualquer limite.

Pior ainda é desrespeitar decisões judiciais, como a que pedia a identificação dos emails e IPs dos comentaristas que postam comentários ofensivos a terceiros, e que Amorim costuma publicar sem filtragem. Agora, ele já deveria ter retirado do ar as menções ofensivas a Heraldo Pereira de seu blog, que misteriosamente continuam no ar. Assim como as ofensas a diversos outros personagens a quem PHA teve de indenizar, além de comentários irônicos sobre a Justiça e os processos que sofreu.

Vale lembrar que a Record também abriga uma boa parte dos que hoje integram a chamada “blogosfera progressista”, da qual PHA é um dos maiores expoentes.

Trabalham para uma grande emissora, cuja proprietária é a IURD, e vociferam contra a “grande mídia”, o “PIG” etc. Alguns são até ateus e anti-religiosos, mas não dispensam a paga episcopal. Foi o que lhes sobrou.

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 50% OFF (com desconto máximo de R$ 20) em 3 corridas.

15 Comentários

15 Comments

  1. Hay

    7 de março de 2012 at 16:18

    (correção do comentário anterior, ignorar o anterior, por favor)
    Poxa, alexandre, você é constantemente ofendido? Coitadinho! Eu tenho tanta pena de você! Realmente, onde já se viu alguém não elogiar sua incrível inteligência, não é mesmo? As pessoas até ousam criticá-lo! Você é obviamente um gênio, pois, além de citar Serra, você cita Serra, cita Serra, e, claro, cita o Serra. Para variar, de vez em quando, cita o Serra. Como pode alguém não reconhecer nisso uma genialidade sem igual no mundo? MÍDIA GOLPISTA DA ELITE DA EXTREMA-DIREITA NEOLIBERAL! Na mídia democratizada, todos serão livres para concordar com você o tempo todo ou ajoelharem no milho antes de falarem algo a respeito do seu Santo Nome, que, claro, é único no mundo, portanto, você certamente está sofrendo sérias sequelas psicológicas porque ninguém reconhece seu intelecto superior.
    Caramba, é sério que você tem uma auto-estima tão absurdamente baixa a ponto de se sentir ofendido com comentários em um site – que não o criminalizam e tampouco o acusam de fazer algo imoral, simplesmente partem de pessoas que duvidam de sua capacidade intelectual, algo que, até onde eu sei, é direito de todo cidadão – e pensar em entrar com um processo? Meu Deus, sério, você precisa de ajuda profissional. É a primeira vez que vejo algo tão bizarro assim.

  2. maria saparowa

    29 de fevereiro de 2012 at 04:46

    Descobri! O Alexandre é carente!Nunca vi um peteba receber tanta atenção num blog anti pt,inclusive com respostas para seus resmungos,e ele ainda reclama? Quer mais o quê,bebe?

  3. Rafael

    26 de fevereiro de 2012 at 13:58

    Forçada de barra a foto da méria.

  4. Leonardo

    26 de fevereiro de 2012 at 12:57

    Alexandre e seus comentarios hilarios e sem sentido

  5. Cruela

    26 de fevereiro de 2012 at 11:42

    Quando alguém chama o Alexandre de burro, comete um gravíssimo crime de crueldade contra os animais. Burros de toda a parte do mundo ficam indignadíssimos e mal conseguem dormir à noite por causa desta ofensiva comparação. Logo eles que precisam acordar cedo e trabalhar pesado de sol a sol, enquanto sujeitos pagos pelo partido ficam de bobeira na Internet.

  6. Airton

    25 de fevereiro de 2012 at 23:10

    E ele ,PHA , diz que na Globo , o negro tem pouca representatividade , e na tv onde ele trabalha , tem algum negro fazendo algum trabalho relevante ?
    Ele poderia abrir mão do seu trabalho na emissora em prol de um jornalista da raça negra,mas com certeza não o fará.

    PS. O Alexandre quem é ? É uma pessoa publica com nome e sobrenome ou simplesmente um Nick ?Se ele não consegue ver a diferença entre as ofensas , se é que ele foi ofendido , deveria simplesmente parar de postar comentários no blog e ninguém irá injuriá-lo.

  7. Júnior

    25 de fevereiro de 2012 at 17:22

    Se o Alexandre decidir processar, vai ser mais um processo que o Gravz vai levar no quengo.

    (Gravz: Não sei o que é “levar no quengo”, mas o que Nassif moveu contra mim foi devidamente VENCIDO depois de TODOS os recursos perdidos por ele)

  8. Thiago

    25 de fevereiro de 2012 at 12:25

    O PHA ainda continua falando que não perdeu nenhum processo? … E tem gente que acredita?

    E já que o alexandre quer processar alguém (sei lá o que ele entende como ofensas…), nem vou mais me referir a ele… é uma pena, mas eu gostava de não ver as respostas dele, quando era questionado sobre alguns assuntos…

  9. Luiz Fernando

    25 de fevereiro de 2012 at 09:29

    De jornalista a especialista em código penal na condição de réu.PHA tem futuro brilhante nessa área.

  10. A Carioca

    24 de fevereiro de 2012 at 16:26

    Eu ri muito desse legume anatômico que o PHA teve de encarar. O mais engraçado é a desculpa esfarrapada dele no seu site, dizendo que não houve condenação, etc…ora não houve condenação pois houve acordo entre as partes, mas ele joga com a inocência e ignorância de seus seguidores.

  11. pedro

    24 de fevereiro de 2012 at 11:26

    Coitado do pseudo-jornalista chapa-branca.

    Já levou tando na cara que deve estar usando botox todo mês.

    O único lugar que acomoda é a IURD, que convenhamos é mais obscura do que o buraco-negro.

  12. Tommano Leite Furtado

    24 de fevereiro de 2012 at 10:35

    Alexandres vc é manjado aqui. Só o reino mineral não sabe quem é você.

    A diferença é que o PHA tem grana para bancar esses processos.

    E os ex-jornalitas disfarçados de empresários que vivem do dinheiros público? De patrocínio da estatais a bancos de desenvolvimentos econômicos, sociais, filosóficos, sociológicos…

    Por que você não me processa? É mole, basta pegar o meu IP com o Implicante….

    Se não tem nada para falar, não encha a lingüi…, digo linguíça.

  13. alexandre

    24 de fevereiro de 2012 at 08:45

    “como a que pedia a identificação dos emails e IPs dos comentaristas que postam comentários ofensivos a terceiros”
    sou ofendido constantemente nesse blog por outros comentaristas e vcs publicam. e aí ? posso entrar na justiça ?

    • Implicante

      24 de fevereiro de 2012 at 10:11

      Se encontrou motivo para tanto, deve.

  14. Roberto

    24 de fevereiro de 2012 at 06:55

    Sempre me foi dito que há muitos funcionários que reagem com rancor e despeito ao pé-na-bunda. Taí um ótimo exemplo. Os outros são os conhecidos de sempre: o mão-peluda, o que viu o imundo, etc.
    Ou dito de outra forma: a inveja é uma m…a!

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top