facebook
...
Blog

Possível sucessora de Feliciano na CDH é acusada de compra de votos, caixa dois e improbidade

Deputada Antônia Lúcia (PSC-AC) é a primeira vice-presidente da Comissão e assume naturalmente o cargo caso Marco Feliciano (PSC-SP) renuncie.

Vocês certamente já viram a mobilização contra o deputado Marco Feliciano (PSC-SP), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara. Recapitulando: Feliciano foi eleito para o cargo em virtude do desinteresse dos principais partidos da base aliada de Dilma no Congresso, que abocanharam os cargos importantes em comissões de maior interesse e deixou a de Direitos Humanos e Minorias para o nanico PSC. Portanto, a menos que o partido receba algum tipo de compensação, vejam só quem o glorioso Partido Social Cristão pode deixar na vaga de Feliciano, caso ele renuncie.

Informação do portal R7:

Assim como o presidente da CDH (Comissão de Direitos Humanos), Marco Feliciano (PSC-SP), a deputada Antônia Lúcia (PSC-AC) — vice-presidente do órgão e nome mais cotado para substituir o colega no comando do colegiado — também está sendo investigada pela Justiça.

 Enquanto Feliciano é acusado por ter dado declarações racistas e homofóbicas na internet e responde a inquérito por estelionato, suspeito de receber cerca de R$ 13 mil para realizar cultos religiosos e não ter comparecido, Antônia Lúcia é acusada de caixa dois, compra de votos e abuso de poder econômico.

 De acordo com denúncia do MPE (Ministério Público Eleitoral), a deputada Antônia Lúcia está envolvida em distribuição de combustíveis e de bens — como aparelhagem de som, bicicletas, computadores, motores para barcos e geradores de energia — em troca de votos.

 Além disso, segundo informações do TRE-AC (Tribunal Regional Eleitoral do Acre), Antônia Lúcia é acusada de captação de votos de fiéis de igrejas, utilização ilícita da Rádio Boas Novas e patrocínio de show artístico durante sua campanha para deputada federal em 2010.

 O TRE-AC chegou a cassar o mandato da deputada em 2011, tornando Antônia Lúcia inelegível por três anos em razão da prática de caixa dois. De acordo com a denúncia, ela teria recebido R$ 472 mil que seriam destinados, ilegalmente, a sua campanha eleitoral.

(grifos nossos)

(via Paraiba.com.br)

Como não houve manifestações semelhantes contra a posse dos mensaleiros na Câmara dos Deputados e nem se viu mobilizações nas redes sociais indignadas com Genoino e João Paulo Cunha na Comissão de Constituição e Justiça, Antônia Lúcia não deverá ter maiores problemas para ocupar o cargo de Feliciano. Desde que não ofenda nenhuma minoria barulhenta.

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 50% OFF (com desconto máximo de R$ 20) em 3 corridas.

5 Comentários

5 Comments

  1. Isayas

    30 de março de 2013 at 14:35

    SAIA, DESAPAREÇA, QUERO VÊ-LO PELAS COSTAS, FELICIANO!
    Apenas um detalhe: proceda como acima, condicionando-o fazè-lo sob condições de levar junto a si todos os corruptos do PT, seres como Maluf, Renan, Collor e os mensaleiros a tiracolo, todos os idem que estiverem afinados ao governo, incluindo até supostos evangélicos como Edir Macedo que apoia comunista e aborto, o qual nesse ponto nos surpreende; não é à toa que é acusado de maçon por colegas de seitas!
    Sem se esquecer do Jean Wyllys, evidente.
    A turma do PT e associados são um bando de intolerantes, discriminadores de quem não os aceite tal como querem, exigem: que todos se insiram no POLITICAMENTE CORRETO ou então criticam duramente ou até ameaçam,
    Não podemos nos esquecer dos comportamentos ideais a fanáticos xiitas e talibãs dedicados a Yoani quando de sua vinda ao Brasil contar as realidades da ilha prisão, “paraíso” dos irmãos Castro, cidadãos tratados como gado estabulado sob ferrolho.
    Eles detestam os imperialistas da iniciativas particulares mas se esforçam para implantarem o IMPERIALISMO DE ESTADO, das mesmas ideologias básicas do nazistas e fascistas, por cima ainda materialistas e ateus..

  2. alexandre

    28 de março de 2013 at 21:43

    Em vez de criticar quem faz campanha contra o Feliciano porque não fazem campanha contra os petistas ? Errado é quem não faz campanha contra os petistas e não os que fazem campanha contra o Feliciano. Agora vê que absurdo : só porque não fazem campanha contra os mensaleiros, não se pode fazer campanha contra um racista e homofóbico ?

    • Flávio Morgenstern

      1 de abril de 2013 at 09:07

      Se achar onde estamos dizendo que não se pode criticar Feliciano (num site cheio de críticas a ele) você ganhará um Porsche zerinho.
      (alexandre, gênio absoluto dos comentários – uma espécie de eduguim sem blog.)

      • David

        2 de abril de 2013 at 04:22

        O Alexandre é esforçado.

  3. Bruno

    27 de março de 2013 at 03:15

    O nome do Partido é SOCIAL CRISTÃO, mas por que esse PSC têm nas fileiras essa percadora? Se ele sair, é vitória desses reacionários abortistas, pró-homo-lésbico. Se ela entrar, estes mesmos vão protestar ou apenas só representam essas “minoria” raivosa reacionária? É claro que não, pois o Brasil não é sério, é corruPTo.
    Esse Brasil é país de valores invertidos: enquanto o grupo que se diz “minoria” quer saída do pastor que expôs opiniões contrárias deles, esse mesmo grupo nunca fez, em nenhum momento, protestos semelhantes contra presença de corruPTos na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) João Paulo Cunha (PT) e José Genoino (PT) e do Paulo Maluf (PP), dois do mensalão e outro por desviar dinheiro ao exterior. A culpa é de vocês, eleitores de São Paulo!
    Quem vota em corruPTos (incluindo esses três patetas) é o mesmo que é conivente com os crimes. O Congresso Nacional é bem representado… Pelos bandidos e vagabundos deputados… Elegidos pelos bandidos e vagabundos dos eleitores.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Recentes

To Top