facebook
...
Blog

PT faz jantar com empresários para pagar dívidas de campanha de Haddad

Convite custou R$ 10 mil por cabeça; “Só vai quem tem muito dinheiro”, afirma tesoureiro

fernando-haddad1

Reportagem do Valor Econômico:

O diretório municipal do PT de São Paulo tenta arrecadar R$ 1,5 milhão, em jantar com empresários na noite desta segunda-feira, para reduzir a dívida da campanha eleitoral do prefeito da capital, Fernando Haddad (PT). A campanha do petista saiu das urnas com uma dívida de R$ 25,9 milhões.

O partido planeja a venda de 200 convites, ao custo de R$ 10 mil cada, para um jantar no restaurante Leopolldo, na capital paulista.

De acordo com o secretário de Finanças do diretório municipal, vereador Alfredinho, os recursos arrecadados no evento serão usados para  quitar parte da dívida eleitoral. “Só vai quem tem muito dinheiro”, brincou Alfredinho.

Os convites foram oferecidos aos “tradicionais doadores” de campanha, segundo o responsável pelas finanças partidárias. “Receber doações nunca é tarefa fácil. Mas tivemos a felicidade de conseguir ajuda para saldar a dívida”, afirmou o dirigente petista.

Segundo Alfredinho, a vitória de Haddad nas urnas teve pouca influência na arrecadação junto a empresários depois da eleição. “Não sentimos muita diferença. Os fornecedores são os de sempre”, disse.

O vereador e secretário de finanças do PT municipal não revelou quais doadores ajudaram o partido depois das eleições. ”Combinamos com os doadores de revelar o nome apenas na prestação de contas que será entregue ao TRE [Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo]. Vamos manter a ética”, afirmou.

Depois do fim da campanha, o diretório municipal assumiu a dívida milionária. Segundo o tesoureiro da campanha, Chico Macena, o diretório nacional do PT pagou cerca de 20% da dívida. “O diretório já deu entre R$ 5 milhões e R$ 6 milhões”, disse Macena, que  é secretário de Subprefeituras da gestão Haddad.

A campanha de Haddad arrecadou R$ 42 milhões e gastou R$ 67,9 milhões. A maior parte dos recursos foi por meio de doação oculta.

O maior gasto da campanha petista, de R$ 30 milhões, foi com a empresa Polis Propaganda e Marketing, do marqueteiro João Santana. O secretário municipal do diretório do PT disse que o partido priorizou o pagamento das despesas menores e que está renegociando com fornecedores o pagamento das maiores dívidas. Segundo Alfredinho, só uma parte dos gastos com a empresa de João Santana foi paga.

(grifos nossos)

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 50% OFF (com desconto máximo de R$ 20) em 3 corridas.

1 Comentário

1 Comment

  1. Thiago

    26 de fevereiro de 2013 at 19:20

    Um petista falando “Vamos manter a ética” … tem coisa errada ai!

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top