Blog

Reprovado no Senado, diretor preso pela PF só garantiu cargo por pressão de Lula

Indicação de Paulo Rodrigues Vieira foi rejeitada duas vezes pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado. Posse só ocorreu após forte pressão do ex-presidente Lula.

Reportagem de O Globo:

BRASÍLIA – Um dos alvos da operação Porto Seguro da Polícia Federal, o diretor da Agência Nacional de Águas (ANA) Paulo Rodrigues Vieira teve padrinhos poderosos para chegar ao cargo: o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, sua secretária particular em São Paulo, Rosemary Noronha, e o ex-ministro José Dirceu. Mesmo assim, a aprovação da indicação para a ANA provocou muita polêmica no Senado. O nome de Vieira foi rejeitado em duas votações em 2009. Mas o Palácio do Planalto não aceitou a decisão. Pressionado pelo presidente, o então líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR), pediu e o senador Magno Malta (PR-ES) recorreu à Comissão de Constituição e Justiça para que as votações em que a indicação fora rejeitada fossem anuladas. No ano seguinte, mesmo com parecer da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) contrário à anulação da votação, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), colocou a indicação novamente em apreciação e, desta vez, Vieira teve o nome aprovado para dirigir a agência como queriam seus padrinhos.
(…)
A indicação de Vieira contou com forte oposição dos funcionários da ANA e dividiu a base do governo. Os integrantes da agência queriam a técnica Gisela Forattini, que também teve seu nome defendido pelo então ministro do Meio Ambiente Carlos Minc (PT). A pedido do Palácio do Planalto, no entanto, o PMDB e o PR apadrinharam Vieira, que, na época, era conselheiro fiscal do banco Nossa Caixa, na representação do Banco do Brasil.

(grifos nossos)

Íntegra aqui.

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 50% OFF (com desconto máximo de R$ 20) em 3 corridas.

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top