Painel Implicante

Turistas prejudicam o animal em um quarto das selfies com a fauna silvestre

Os avanços tecnológicos permitiram à sociedade não só ter um telefone que a acompanhe aonde for, mas que este aparelho tenha câmera fotográfica registrando até mesmo os momentos mais banais. Com isso, abriu-se caminho para que a vaidade atropelasse a razoabilidade. E um grave problema ocorre quando este hábito resulta em prejuízos não só para a humanidade, mas para o meio ambiente.

É o que preocupa a World Animal Protection, ONG que luta pelo bem estar animal. Ao lançar a campanha mundial “Silvestres. Não entretenimento”, tentar alertar dos males resultantes do turismo que tem por finalidade permitir aos usuários de redes sociais se fotografarem com animais silvestres.

A explicação é simples: cada espécie tem suas peculiaridades e forma de reagir às mais variadas situações, quase sempre estressando o animal, ainda refém do próprio instinto. Mas a exploração desta forma de turismo pouco se importa com isso, e vem colocando em risco a saúde, e até mesmo vida, de mais de meio milhão de bichos.

São bichos-preguiça que vivem amarrados com cordas, pássaros com abscessos nas patas, sucuris com sinais de desidratação, jacarés imobilizados com elásticos de borracha em torno da mandíbula, jaguatiricas engaioladas, peixes-boi presos em pequenos tanques, ou mesmo tamanduás espancados pelos criadores. Todos estes maus-tratos foram descobertos durante a pesquisa que confirmou um aumento de 292% de selfies com a vida silvestre no Instagram, um quarto delas mostrando pessoas interagindo inadequadamente com o animal.

Para ajudar a fazer pressão na fiscalização, a ONG Proteção Animal Mundial pede a assinatura dos apoiadores no Código da Selfie. Basta se cadastrar e compartilhar nas redes sociais.

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 50% OFF (com desconto máximo de R$ 20) em 3 corridas.

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top