facebook
Blog

Turismo: mais um escândalo ministerial

Depois de Casa-Civil, Minas e Energia, Desenvolvimento Agrário, Cidades, Agricultura e Defesa (o ministro foi demitido porque declarou não ter votado em Dilma), chegou a vez do Ministério do Turismo.

A Polícia Federal prendeu nada menos que TRINTA E OITO pessoas ligadas ao Ministério. Leiam trecho de reportagem do UOL, já voltamos (vale conferir o histórico de escândalos no final da mesma página da matéria):

Número dois do Ministério do Turismo e outros 37 são presos em operação da PF – A Polícia Federal prendeu na manhã desta terça-feira (9) 38 pessoas ligadas direta ou indiretamente ao Ministério do Turismo. Entre os detidos estão o secretário-executivo e número dois na hierarquia da pasta, Frederico Silva da Costa, além do ex-presidente da Embratur, Mário Moisés. Entre os presos está também o secretário nacional de Desenvolvimento de Programas de Turismo, Colbert Martins da Silva Filho, diretores e funcionários do Instituto Brasileiro de Desenvolvimento de Infraestrutura Sustentável (Ibrasi) e empresários (…) O objetivo da ação, que teve início às 5h, é prender pessoas ligadas ao Ministério suspeitas de desviar recursos públicos por meio de emendas parlamentares (…) A operação foi executada em conjunto com o TCU (Tribunal de Contas da União) e com o apoio do MPF (Ministério Público Federal). Segundo a PF, os envolvidos no esquema poderão ser indiciados pelos crimes de formação de quadrilha, peculato e fraudes em licitação, cujas penas podem chegar a 12 anos de prisão. (grifos nossos)

Comentário
O Ministério do Turismo ganhou fama – não exatamente boa – antes mesmo da posse de seu titular, Pedro Novais. Isso porque houve pagamento de uma despesa de motel (precisamente o de nome “Caribe”, situado em São Luiz/MA). Valor total da “hospedagem”: R$ 2.156,00

Agora, descobre-se um esquema de corrupção violento, gerando a prisão de quase 40 pessoas, dentre as quais o “número 2” da pasta.

Nuncaantesnahistóriadestepaís houve tanta mutreta em apenas alguns meses de mandato presidencial (arrisco dizer que nem em governos estaduais ou mesmo prefeituras mais “longínquas” se tenha notícia de uma marca dessa monta).

Dilma começou com aquele jeito de “chefe bravo da repartição”, mas pelo visto precisará adotar as desculpas de Lula: não sabia de nada, confiou em quem não devia e, no fim das contas, atesta que não sabe escolher nome algum.

Em suma: INCOMPETENTE.

ps – fizemos um vídeo ótimo, mas que JÁ ESTÁ DESATUALIZADO :D

Nunca inseriu um código de desconto no Cabify? Experimente usar o código "IMPLICANTE" e ganhe 100% OFF (com desconto máximo de R$ 10) em até 2 corridas. Após ativado, o crédito terá validade de 30 dias.

9 Comentários

9 Comments

  1. Hugo

    16 de agosto de 2011 at 8h17

    Esse país é ridículo. Ultimamente a questão sobre uso de algemas e fotos de presos tem merecido mais destaque e mais repúdio por parte do Governo do que a corrupção instalada no Planalto. Tanto a presidente como o ministro da justiça tem se mostrado mais rigorosos com quem fez as prisões (e como os fez) do que com os corruptos que eles colocaram no governo para roubar nosso dinheiro. Desviar dinheiro público pode, algemar e mostrar essas pessoas não pode. Até a idiota da OAB – data venia, mas nesse episódito tem feito papel de palhaça – tem ajudado a desviar o foco da questão principal. Por que ninguém questiona quando o Zé Mané da favelá é algemado, torturado e execrado publicamente? Por que o ministro não determina uma apuração rigorosa? Vai t#$¨* no C@!

  2. alexandre

    10 de agosto de 2011 at 7h01

    Quais os bons nomes do PR ? do PP ? do PMDB ?

  3. alexandre

    9 de agosto de 2011 at 22h14

    Também lamento a corrupção no governo federal. Torço para o Serra em 2014. O PMDB, PR, PP, PSD, PTB e outros irão apoiá-lo por patriotismo e porque acreditam que Serra é o melhor para o Brasil. Não haverá essa troca de apoio por cargos como no governo atual. Com o Serra será diferente. A base aliada governará para o bem do Brasil, sem se preocupar com cargos ou esquemas de corrupção. Serra já !!!!

    (Gravz: Vc citou partidos que apóiam o PT. E, vale lembrar, uma coisa é a composição – isso é inevitável. Outra, BEM DIFERENTE, é CORRUPÇÃO. Há bons nomes de um partido X, ora, coloque-o lá. Com o PT, veio primeiro o Mensalão e, depois, não apenas cargo-por-apoio, mas gente complicada ocupando ministérios)

  4. alexandre

    9 de agosto de 2011 at 21h03

    Excelente trabalho da Polícia Federal ! Mostrou que existe independência nesse governo. Aliás a única oposição a uma operação da PF foi na operação contra a Daslu. O Alckmin achou um abuso !!!! Talvez isso explique o ressurgimento da PF nos últimos nove anos !

    (Gravz: Também dou parabéns à PF e lamento a corrupção no governo federal, que se alastra por vários ministérios. Essa parte do lamento, porém, não é compartilhada por todos…)

  5. Otávio

    9 de agosto de 2011 at 19h23

    Alexandre mandou avisar que é mentira da mídia golpista raivosa que quer a volta do neoliberalismo. Controle Social já!
    SE fosse verdade essa roubalheira toda, os governos anteriores faziam o mesmo.
    Mandou lembrar que a manada brasileira dá aprovação de 1000% a este governo pogreçísta popular.

  6. João Antonio

    9 de agosto de 2011 at 16h49

    P*Q*P*!!! É um recorde: um escândalo por semana, sem explicações e sem CPI… até parece o governo Lulla!!!

  7. Thiago - RJ

    9 de agosto de 2011 at 16h46

    Realmente, o governo está empenhado em deixar “O Implicante” para trás. Os caras vão, denunciam um escândalo, fazem um vídeo dando aquela zoada… mas no dia seguinte já tem falcatrua nova na rua! Isso é que é combater a “mídia golpista”… rsrsrsrs

    O jeito é recorrer ao atualmente senador Walter Pinheiro (PT-BA): “Desse jeito, não sobra ninguém!”

  8. Sandro P

    9 de agosto de 2011 at 14h35

    Ô Alexandre, cade você? Eu vim aqui só pra te ver!!!

  9. Thiago

    9 de agosto de 2011 at 14h10

    Cadê o Alexandre? … Aposto que ele vai falar que é culpa da “oposição”…

Deixe um comentário

Mais Lidas

To Top